Justiça afasta administração do Lar dos Velhinhos de Balneário Camboriú - Cidades - O Sol Diário
 
 

Denúncia31/07/2012 | 12h18

Justiça afasta administração do Lar dos Velhinhos de Balneário Camboriú

Ministério Público instaurou ação após ter investigado supostos maus tratos envolvendo a instituição

Justiça afasta administração do Lar dos Velhinhos de Balneário Camboriú  Rafaela Martins/Agencia RBS
Lar tem cerca de 50 internos Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS
Uma liminar concedida pela Justiça afastou a Associação São Vicente de Paula da administração do Lar dos Velhinhos. A decisão foi da juíza Adriana Lisbôa, em resposta a uma ação civil pública movida pela 6ª Promotoria de Justiça. Denúncias de irregularidades na gestão e supostos maus-tratos eram investigadas pelo Ministério Público há um ano.

Segundo o promotor Rosan da Rocha, responsável pelo caso, a prefeitura de Balneário Camboriú também é alvo da ação, que pede a intervenção do município no asilo. A solicitação foi acatada pela Justiça.

A determinação é que a prefeitura passe a administrar a instituição provisoriamente, com responsabilidade pela saúde e bem-estar dos cerca de 50 internos. Até a tarde de ontem, o município ainda não havia sido intimado da decisão.

Mesmo assim, a procuradoria jurídica reuniu-se com representantes da Secretaria de Assistência Social, Conselho do Idoso e a Controladoria do Município para definir como ocorrerá a transição.

Na tarde desta terça-feira, as atividades no lar ocorriam com normalidade. Uma faixa na porta da instituição, assinada pelo Movimento de Cursilho da Cristandade, pedia a permanência da associação à frente da instituição.

A advogada da Associação São Vicente de Paula, Rosa Ribas Marinho, informou que vai recorrer da liminar. Segundo ela, existe apenas uma denúncia de maus-tratos correndo na Justiça, e a responsabilidade da instituição ainda não foi comprovada.

O SOL DIÁRIO

O Sol Diário
Busca