Tradicional em Itajaí, Bairro Fazenda está em crescimento - Cidades - O Sol Diário
 
 

Vida mansa14/07/2013 | 19h17

Tradicional em Itajaí, Bairro Fazenda está em crescimento

José Afonso Orsi é condidado do Sol Diário para falar sobre a Fazenda na série Bairro a Bairro

Tradicional em Itajaí, Bairro Fazenda está em crescimento Marcos Porto/Agencia RBS
José Afonso Orsi, 80 anos, vive na Fazenda desde a infância Foto: Marcos Porto / Agencia RBS
A história da Fazenda se confunde com a de Itajaí. Bairro tradicional, é dono de algumas das paisagens mais conhecidas da cidade, como o Saco da Fazenda – uma imagem que José Alfredo Orsi viu se formar.

Aos 80 anos, ele lembra com detalhes a obra de aterramento que resultou na baía de águas mansas que hoje margeia a Beira-rio. Nascido em Camboriú, veio morar na Fazenda ainda na infância, e conhece o bairro como a palma da mão.

Ex-funcionário da Celesc, foi também taxista e vereador. Hoje, é o convidado do Sol Diário para mostrar a Fazenda a partir de seu ponto de vista.

– Quando cheguei aqui não existia nada, só três casas tinham luz elétrica. A Fazenda cresceu muito, para mim, é o melhor bairro para se viver – diz.

A rua onde ele mora leva o nome de seu pai. E a escola que fica no final da via, o nome da mãe. Orsi é reconhecido pelos vizinhos e não caminha pelo bairro sem parar para bater um papo – um dos motivos que o faz gostar tanto do bairro que viu crescer.

Para ele, a maior vantagem da Fazenda é estar, na maior parte do território, livre de enchentes. Orsi diz, inclusive, que seria possível acabar com os alagamentos causados pelo Ribeirão Schneider com uma obra simples, de alargamento.  

Desenvolvimento

Fica na Fazenda o maior e mais conhecido cemitério de Itajaí, algumas das principais praças e o espaço preferido por quem pratica caminhadas e corridas de fim de tarde. Está no bairro, também, a mais concorrida rota gastronômica da cidade, com restaurantes concentrados à beira do Saco da Fazenda.

Berço da Associação Náutica (ANI), é ali que ficam os veleiros – símbolo do reencontro da cidade com o mar, através das grandes regatas. A Fazenda receberá, até o final do ano, a construção da sede do Instituto Kat Schürmann em Itajaí. Ficará no Saco da Fazenda, também, a marina da cidade, que ficará pronta até 2015.

O SOL DIÁRIO

O Sol Diário
Busca