Obras da Passarela da Barra, em Balneário Camboriú, chegam à reta final com incertezas - Cidades - O Sol Diário
 
 

Empreendimento28/04/2014 | 06h31

Obras da Passarela da Barra, em Balneário Camboriú, chegam à reta final com incertezas

Após dois anos e alguns aditivos, investimento na passarela soma quase R$ 28 milhões

Obras da Passarela da Barra, em Balneário Camboriú, chegam à reta final com incertezas Marcos Porto/Agencia RBS
No lugar de restuarantes a passarela poderá ter uma biblioteca, um polo de tecnologia ou uma escola ambienta Foto: Marcos Porto / Agencia RBS

Dois anos e alguns aditivos financeiros e de tempo depois, o início da montagem dos elevadores a partir de hoje marca a reta final das obras na Passarela da Barra, em Balneário Camboriú. Com investimento de quase R$ 28 milhões e atraso que já passa de um ano e meio na conclusão, a hora agora é de detalhar a logística de funcionamento e definir os últimos ajustes de infraestrutura antes da inauguração, que continua prevista para setembro deste ano.

Confira a galeria de fotos da visita

>>> Passarela pode ajudar a valorizar a cultura no bairro

Já está acertado que o monumento, que servirá de ligação para pedestres e ciclistas entre o bairro da Barra e a Barra Sul, inicialmente terá livre acesso para todos. No futuro, porém, a prefeitura já planeja cobrar ingresso dos visitantes de fora da cidade, já que a passarela tem também grande apelo turístico. A gratuidade deve durar até que se estabeleça um sistema de bilhetagem e um cadastro para os moradores, que continuarão tendo entrada liberada sem custos.

— Mais tarde a tendência é cobrar para valorizar o nosso morador e também para ajudar no custeio e manutenção da passarela, principalmente na parte de energia elétrica — diz o prefeito Edson Piriquito.

Outra decisão é que os ciclistas não poderão pedalar na travessia, em razão do grande fluxo de pedestres que deve passar pelo local. Já o horário de abertura da passarela continua incerto. A intenção da prefeitura é mantê-la funcionando 24 horas por dia, mas por questões de segurança é possível que ela seja fechada por algumas horas durante as madrugadas. De qualquer forma, pelo menos nos primeiros meses após a inauguração, uma equipe da Guarda Municipal deve atuar fixa na estrutura.

Vídeo leva você a um tour pela obra da passarela. Confira:



Mudança

O projeto original previa que nas extremidades da passarela ficariam dois restaurantes, mas o prefeito Edson Piriquito planeja agora ter um equipamento público em um dos lados da travessia. Por enquanto três alternativas brigam pelo espaço: uma biblioteca, um polo de tecnologia ou uma escola ambiental.

— A ideia é usar o monumento não só para o transporte e não só para o turismo, mas que ele sirva também para, emblematicamente, desenvolver um novo conceito — comenta.

>>> Clique na imagem e amplie para ler

Notícias Relacionadas

Obra faraônica 28/04/2014 | 06h41

Com Passarela da Barra, prefeitura de Balneário Camboriú pretende valorizar cultura do bairro

Plano inclui deck flutuante e um píer turístico para receber navios transatlânticos

Obras 05/11/2013 | 17h22

Prefeitura de Balneário Camboriú confirma aditivo de R$ 3 milhões para a passarela da Barra

Conclusão do projeto executivo aumenta o valor da obra, que pode chegar a quase R$ 28 milhões

18/06/2013 | 17h42

Segunda torre da passarela da Barra em Balneário Camboriú recebe concretagem

Previsão é de que em dois meses estrutura receba parte metálica que unirá as margens

Obras 03/06/2013 | 08h02

Passarela orçada em R$ 22 milhões em Balneário Camboriú pode terminar ainda mais cara

Após dois atrasos, passarela da Barra tem previsão para ser concluída em novembro

O Sol Diário
Busca
Imprimir