Bancários de Santa Catarina entram em greve nesta terça-feira - Cidades - O Sol Diário

PARALISAÇÃO06/09/2016 | 13h57Atualizada em 06/09/2016 | 13h57

Bancários de Santa Catarina entram em greve nesta terça-feira

Bancários de Santa Catarina entram em greve nesta terça-feira Sindicato dos Bancários de Florianópolis e Região / Divulgação/Divulgação
Bancos do centro de Florianópolis e região amanheceram fechados nesta terça-feira Foto: Sindicato dos Bancários de Florianópolis e Região / Divulgação / Divulgação

Na expectativa de atingir a mesma adesão do ano anterior - cerca de 80% dos servidores - o Sindicato dos Bancários de Florianópolis e Região (SEEB) iniciou nesta terça-feira uma greve nacional. De acordo com a organização, a ação é uma resposta a proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que deseja reajustar em 6,5% o salário dos trabalhadores. 

Saiba como driblar a greve dos bancários que começa nesta terça-feira em várias cidades de SC
Votação de projeto que altera a previdência é adiada e greve continua em Florianópolis
Audiência pode pôr fim à greve da Guarda Municipal

Perto das 8h30min,com agências  bancárias do centro de Florianópolis e demais regiões fechadas, os servidores da capital e região se concentraram em frente ao Brasil em frente à Praça XV. Segundo Marco Aurélio Silveira Silvano, presidente do SEEB, a greve nacional e que acontece em outras cidade de Santa Catarina foi decidida em assembleia na noite de segunda-feira e "não tem data para terminar". 

—  Esperamos um grande número de servidores mobilizados nos 22 municípios que fazem parte da nossa organização. No fim do dia faremos uma reunião com os servidores e poderemos divulgar o índice de servidores — afirmou Marco.

Em Blumenau, servidores também aderiram ao movimento grevista. No entanto, ainda não foi divulgado o número de funcionários que cruzaram os braços nesta manhã. 

Outras cidades do Estado devem se juntar a greve ainda nesta semana. Em Chapecó, os trabalhadores dos bancos privados paralisam as atividades na próxima quinta-feira, 8. Já em Joinville, a categoria adere ao movimento na sexta-feira, 9.

Reivindicações

Os bancários pedem reajuste salarial de 5%, além de reposição da inflação do período (9,57%). A categoria também reivindica, entre outros pontos, a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 14,78% (5% de aumento real), melhorias na segurança e na saúde dos trabalhadores. A proposta da Fenaban, rejeitada pela categoria, é de reajuste de 6,5% (para uma inflação de 9,57%) e abono de R$ 3 mil, que não incide sobre os salários, nem sobre o FGTS, as férias ou o décimo terceiro. Ainda não está agendada uma nova rodada de negociação.

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense



Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCampanha nacional de multivacinação termina nesta sexta-feira https://t.co/u4QQjuwhW3há 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFilmes para ver nesta sexta-feira https://t.co/6KI0b7zxPehá 7 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros