PM divulga nota sobre protesto contra Temer em Florianópolis - Cidades - O Sol Diário

MANIFESTAÇÃO 07/09/2016 | 12h06Atualizada em 07/09/2016 | 12h19

PM divulga nota sobre protesto contra Temer em Florianópolis

PM divulga nota sobre protesto contra Temer em Florianópolis Charles Guerra / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Charles Guerra / Agência RBS / Agência RBS

A Polícia Militar (PM) de Santa Catarina divulgou na manhã de hoje uma nota sobre a manifestação que ocorreu na noite de terça-feira em Florianópolis. Apesar da tranquilidade que foi enfatizada pelos órgãos de segurança durante o ato, duas pessoas foram presas em flagrante. Um manifestante foi levado à delegacia após ser flagrado pichando um prédio público. Já o outro detido - que não teve a identidade divulgada - foi acusado de portar artefatos incendiários (coquetel molotov) dentro da mochila. 

Segundo a polícia, a Frente Brasil de Juristas pela Democracia encaminhou ao comando uma comunicação formal sobre horário, trajeto e local do ato, cumprindo assim com o que é previsto na Constituição Federal. A formalização, que foi motivo de discussão nos últimos dias, não havia acontecido nos outros dois atos anteriores ao de terça-feira. 

— Assim, cumpriu-se de forma integral o que foi acordado com a Polícia Militar, propiciando, consequentemente, que o evento transcorresse, praticamente, sem maiores alterações — afirmou o Tenente João Batista Réus. 

Ainda, conforme informou o texto assinado pelo chefe do Centro de Comunicação Social, Tenente Réus, a PM estimou que cerca de 5.600 pessoas participaram da manifestação. Dados preliminares repassados pelos integrantes do ato informaram, no entanto, que cerca de 20 mil pessoas caminharam pelas ruas de Florianópolis ontem.

Leia mais notícias:
Manifestante é preso por pichação durante ato contra Temer em Florianópolis
Manifestantes pedem saída de Temer em ato marcado por diálogo com a PM em Florianópolis

Leia na íntegra a nota oficial:

Sobre as Manifestações ocorridas na noite desta terça-feira (6), na Capital a Polícia Militar de Santa Catarina tem a afirmar o que segue: 

1. Recebeu, formalmente, comunicação da ¿Frente Brasil de Juristas pela Democracia¿. O documento comunicava a Polícia Militar sobre as manifestações, cumprindo o previsto na Constituição Federal.
2. Assim, cumpriu-se de forma integral o que foi acordado com a Polícia Militar, propiciando, consequentemente, que o evento transcorresse, praticamente, sem maiores alterações;
3. Ainda que poucos casos tenham sido registrados, a PMSC prendeu em flagrante 02 (duas) pessoas, uma por pichação e outra em posse de artefato incendiário (coquetel molotov).
4. A Polícia Militar estima que 5.600 pessoas participaram do ato;
5. A Polícia Militar destaca que estará sempre disponível ao diálogo, visando garantir a segurança da população catarinense no exercício dos seus direitos constitucionais.

Quartel do Comando Geral, 07 Set 2016
JOÃO BATISTA RÉUS
Tenente-Coronel PM ChefeCentro de Comunicação Social

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDois motociclistas morrem em acidentes em rodovias estaduais https://t.co/UsR3394avlhá 6 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioNos pênaltis, Chapecoense elimina o Independiente e se classifica para as quartas de final da Sul-Americana https://t.co/3oGAi7zdG0há 9 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros