Saiba como a denúncia da Ave de Rapina impacta a campanha dos vereadores citados - Cidades - O Sol Diário

Cidade Limpa12/09/2016 | 12h34Atualizada em 12/09/2016 | 12h34

Saiba como a denúncia da Ave de Rapina impacta a campanha dos vereadores citados

Todos os 10 parlamentares denunciados são candidatos à reeleição em Florianópolis 

Nada deve mudar na corrida eleitoral dos dez vereadores denunciados à Justiça pelo Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) na Operação Ave de Rapina. Isso porque, para se tornarem inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa ou terem os direitos políticos suspensos, os parlamentares listados no processo precisam ser, primeiramente, condenados, ato que dificilmente ocorrerá até a data do pleito municipal deste ano, em outubro. 

Denúncia do MP-SC esquenta eleição em Florianópolis
Todos os 10 vereadores denunciados são candidatos à reeleição
Leia mais notícias sobre a Operação Ave de Rapina

Na avaliação feita a pedido do DC, o advogado e presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB/SC, Pierre Vanderlinde, afirma que os políticos em questão somente sofreriam alguma sanção, como o indeferimento da candidatura, caso houvesse uma decisão condenatória de órgão colegiado – o que ocorre em processo de segundo grau ou no caso de primeiro grau, no Tribunal do Júri.

— O processo está no início e ainda vai ser disponibilizado o direito de defesa, até porque, por ocasião da sentença, o juiz pode entender por absolver um ou outro vereador, então não é uma pré-condenação, é um rito de início de um processo penal. Não há o que se falar em inelegibilidade — complementa ao reforçar que apenas a decisão colegiada tem essa força.

Vanderlinde ainda exemplifica que, caso a Justiça decidisse pela condenação neste momento de início das campanhas, onde ainda há análise dos registros, isso faria com que os vereadores ficassem de fato inelegíveis, já que teriam cometido crime contra a administração pública.

— Mas como é um processo que está começando, não vai ter esse efeito. Não nessa eleição, pode ser que tenha na próxima, mas também dependendo do trâmite, que é muito complexo — avalia. 

O advogado ainda adianta que, com relação ao exercício do mandato, os denunciados podem ser afetados caso tenham os direitos políticos suspensos. Isso só pode acontecer caso haja condenação criminal quando o processo for finalizado.


Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSC mantém liderança na produção de ostras, vieiras e mexilhões https://t.co/cG170FNLBKhá 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDeslizamentos deixam 33 pessoas desaparecidas na China https://t.co/j3kcwfi7wLhá 4 horas Retweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros