SC confirma mais duas mortes por gripe A na última semana - Cidades - O Sol Diário

Saúde09/09/2016 | 20h15Atualizada em 09/09/2016 | 20h15

SC confirma mais duas mortes por gripe A na última semana

Neste ano foram 104 óbitos pela doença e 703 casos

SC confirma mais duas mortes por gripe A na última semana Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Mais duas mortes por gripe A foram confirmadas em Santa Catarina na última semana. No total o Estado soma 104 óbitos e 703 casos da doença neste ano. Se considerado desde o início de 2016, a cada semana, em média três catarinenses morreram por gripe A. Os números são os mais expressivos desde 2009, quando o vírus explodiu no país. 

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (Dive-SC). Também foram registrados duas mortes e nove casos pelo vírus influenza B. 

SC já registrou cinco vezes mais mortes por gripe A em 2016 do que no ano passado

Acompanhe outras notícias sobre a gripe A em SC

As regiões de Joinville, Blumenau e Chapecó concentram o maior número de casos confirmados de influenza (A e B) no Estado até o momento. Os municípios que apresentaram o maior número de casos confirmados foram: Joinville (58 casos), Blumenau (55 casos), Tubarão (36 casos), Criciúma (35 casos) e Lages (35 casos).

Já em relação às mortes, nove residiam em Joinville; sete em Blumenau; cinco em São José e Tubarão; quatro em Araranguá, Balneário Barra do Sul, Florianópolis e Jaraguá do Sul; três em Guaramirim; dois em Araquari, Brusque, Camboriú, Canelinha, Lages, Mafra, Mondaí, Paraíso, Praia Grande, Sombrio; e um em cada um dos seguintes municípios: Arabutã, Biguaçu, Bom Jardim da Serra, Braço do Norte, Campo Alegre, Canoinhas, Chapecó, Concórdia, Dionísio Cerqueira, Garuva, Ibirama, Içara, Indaial, Iraceminha, Itajaí, Maracajá, Nova Veneza, Orleans, Otacílio Costa, Penha, Ponte Serrada, Rio do Sul, Rio dos Cedros, Rio Negrinho, Romelândia, Santa Rosa do Sul, Santa Terezinha do Progresso, Santiago do Sul, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São José do Cedro, São Lourenço do Oeste, São Martinho, São Miguel do Oeste, Schroeder, Tijucas, Trombudo Central e Xanxerê. Um dos casos era morador de outro Estado.

O maior número das mortes acometeu indivíduos da faixa etária acima de 40 anos de idade, com 89,4%. Além disso, 84% tinham algum fator de risco associado (doentes crônicos, obesos, idosos). 


Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBahia pressiona e vence o Criciúma por 2 a 0 na Arena Fonte Nova https://t.co/T1l5uG2Xlfhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMenino que bebeu suco envenenado em Itajaí morre no hospital https://t.co/ilNGmR644Hhá 1 horaRetweet
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros