Dagmara Spautz: Cai número de vagas temporárias para o verão em Balnéario Camboriú - Cidades - O Sol Diário

Mercado de trabalho17/10/2016 | 08h01

Dagmara Spautz: Cai número de vagas temporárias para o verão em Balnéario Camboriú


A crise reduziu o número de vagas para emprego temporário em Balneário Camboriú. A estimativa do Sincomércio é que estejam abertos 2,5 mil postos de trabalho – 25% menos do que na última temporada.

Lojas e restaurantes já estão com anúncios de contratação, e os currículos que chamam a atenção pela qualificação dos candidatos. Muitos perderam emprego em outros setores e buscam uma vaga temporária para passar os próximos meses.

Além disso, há funcionários com experiência no comércio que foram demitidos e buscam recolocação. O setor foi um dos que mais teve perda de postos de trabalho este ano, diminuiu em 10% a quantidade de vagas.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (CAGED), em agosto 675 pessoas foram admitidas no comércio em Balneário Camboriú – mas 799 foram demitidas. O saldo, só no mês, é de 124 vagas a menos.   

O emprego temporário é visto como uma boa oportunidade na cidade porque não se limita ao Natal. O forte do comércio é na temporada de verão, que segue até o Carnaval. E como a Fecomércio indica recuperação gradativa no comércio no Estado, a tendência é que quem se sair bem consiga um posto definitivo.

Mas a concorrência é grande: a Carioca Calçados, por exemplo, abriu três vagas e recebeu 300 currículos.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros