Chuva causa alagamentos e deixa pessoas ilhadas em Brusque - Cidades - O Sol Diário

Tempo16/11/2016 | 19h38Atualizada em 16/11/2016 | 20h19

Chuva causa alagamentos e deixa pessoas ilhadas em Brusque

Enxurrada tomou as ruas de diversos bairros no final da tarde desta quarta-feira

Chuva causa alagamentos e deixa pessoas ilhadas em Brusque Jeferson Cardoso/Arquivo Pessoal
Na Rua Primeiro de Maio, que liga o Centro a diversos bairros, o trânsito ficou interditado por conta dos alagamentos Foto: Jeferson Cardoso / Arquivo Pessoal

A forte chuva que caiu no final da tarde desta quarta-feira causou transtornos em Brusque. Segundo informações do sargento Vanderlei de Souza, chefe de socorro do Corpo de Bombeiros da cidade, foram registradas várias ocorrências de alagamentos, tombamento de muros, quedas de árvores e alguns acidentes de trânsito leves devido à chuva.

A Defesa Civil também foi acionada para vistoriar alguns barrancos que apresentaram risco de deslizamento. Na Rua Luiz Vanolli, bairro Azambuja, crianças ficaram ilhadas no Centro de Educação Infantil Raio de Sol. O Corpo de Bombeiros esteve no local e ajudou na realocação dos alunos no andar superior do prédio. A equipe do CEI permanece no local com as crianças, já que a região ficou sem acesso em virtude dos alagamentos nas ruas Azambuja, Nova Trento e Primeiro de Maio, que estão interditadas. A Rua Augusto Klapoth, no bairro Águas Claras, também foi bloqueada pelas águas.


A Rua Nova Trento, bairro Primeiro de Maio, também ficou inacessível devido às chuvas. Foto: Jeferson Cardoso/Arquivo Pessoal

Na Rua Padre Antônio Eising, também no bairro Azambuja, o trânsito ficou interditado pelo acúmulo de barro na pista. Foram registradas ocorrências nos bairros Azambuja, Primeiro de Maio, Tomaz Coelho, Águas Claras, Paquetá e Ponta Russa. Em algumas ruas a água chegou a subir entre 1,5 metro e 2 metros de altura.


O acesso ao Hospital Azambuja, onde fica o pronto-socorro da cidade, também foi prejudicado pela chuva. Foto: Corpo de Bombeiros de Brusque/Divulgação

De acordo com a técnica em meteorologia do Grupo RBS Bianca Pereira de Souza, o Vale do Itajaí registrou no final da tarde desta quarta-feira pouco mais que o volume de chuva esperado para o mês todo. As cidades mais atingidas foram Brusque (62 milímetros de chuva), Botuverá (42 milímetros), São João Batista (72 milímetros) e Nova Trento (86 milímetros). A previsão é que a chuva continue nas próximas horas em toda a região.

Sem estragos em Blumenau

Em Blumenau a chuva também caiu forte no final da tarde, mas não causou tantos transtornos. De acordo com o diretor da Defesa Civil, Adriano da Cunha, houve apenas um chamado por preocupação com um possível deslizamento na Rua Antônio Zendron. Uma equipe técnica foi até o local e constatou que não havia risco aos moradores da região.

Os alagamentos também bloquearam o trânsito nas ruas Nereu Ramos, no Centro; Alberto Stein, na Velha; e nos dois extremos da Rua Joinville, nos cruzamentos com as ruas Antônio da Veiga e Almirante Barroso.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros