Em dia de paralisação nacional, ônibus da Grande Florianópolis não circulam nesta manhã - Cidades - O Sol Diário

TRÂNSITO11/11/2016 | 06h51Atualizada em 11/11/2016 | 09h31

Em dia de paralisação nacional, ônibus da Grande Florianópolis não circulam nesta manhã

Sindicato promete voltar ao serviço perto das 9h desta sexta-feira

Em dia de paralisação nacional, ônibus da Grande Florianópolis não circulam nesta manhã Cristiano Estrela/Angência RBS
Foto: Cristiano Estrela / Angência RBS

Acompanhando a mobilização nacional contra as medidas anunciadas pelo atual governo, os ônibus das empresas de transporte coletivo da Grande Florianópolis não saíram das garagens nesta manhã de sexta-feira. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb), a mobilização deve se estender até às 9h. 

Em frente à garagem da empresa Insular na SC-405, em Florianópolis, perto das 6h30min cerca de 30 funcionários já aguardavam a liberação dos coletivos. E alguns dos funcionários, contrários ao movimento de hoje, demonstravam bastante insatisfação. 

— Ninguém vai sair e a indignação é geral — afirmou um dos servidores da empresa. 

Perto das 8h, horário de maior movimento na região da Grande Florianópolis, o trânsito já sentia os reflexos da interrupção no transporte. Além da Via Expressa, a Beira-mar Norte, SC-401 e 405 registravam grande congestionamento. Já pelas ruas de São José, Palhoça, Biguaçu, os pontos de ônibus estavam lotados. 

Mesmo com paralisação, usuários aguardam chegada do transporte coletivo nesta manhã Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

Acompanhe todas as informações do Trânsito 24 Horas

No Terminal de Integração do Centro (Ticen), nenhum ônibus foi encontrado nesta manhã. As catracas de pagamento foram sinalizadas com faixas para que os usuários não entrassem dentro do terminal. E mesmo com o aviso de paralisação desde desde quarta-feira, alguns usuários foram pegos de surpresa nesta manhã.

No Ticen, usuários são pegos de surpresa nesta manhã Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

Prefeitura disponibiliza vans

Prefeitura de Florianópolis disponibiliza transporte alternativo para usuários nesta manhã Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

A prefeitura de Florianópolis, por meio da secretaria de Mobilidade Urbana, acionou vans escolares e de turismo na tentativa de minimizar os impactos com a paralisação do trasporte em Florianópolis. Desde às 5h, os veículos saem do centro em direção aos bairros e circularão até a normalização do sistema. A tarifa tem dois valores: R$ 6,00 para linhas curtas e R$ 7,50 para linhas longas. 

O logista Sidney Fraga, de 21 anos foi um dos usuários que utilizou o serviço. Ele veio de São Paulo nesta manhã e, por volta das 7h30min, esperava a van sentindo continente. 

Segundo do fiscal da prefeitura, Agustin Oliveira, houve atraso nas vans autorizadas pela prefeitura. 

— Não teve nenhuma irregularidade, mas as vans chegaram tarde no centro, por volta das 8h — explicou o fiscal enquanto orientava os passageiros.

A enfermeira Marta Oliveira, que saiu do trabalho às 7h da manhã reclamava da falta de informação sobre o transporte alternativo.

— É muita desinformação e para Tapera não existe nenhuma van — explicou Marta.

Greve geral

Para esta sexta-feira, o Sindicato estadual da Educação convocou professores para a paralisação durante o dia todo. Na saúde, unidades por todo o Estado terão atendimento prejudicado a partir das 6h. Já em Florianópolis, servidores públicos e funcionários da Comcap prometeram parar os serviços por 24 horas. 

Saiba quais serviços serão afetados na Grande Florianópolis nesta sexta, dia de mobilização nacional
Leia as últimas notícias do Diário Catarinense

->
 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros