"Já pegamos vários terremotos, mas esse foi assustador", diz catarinense que mora na Nova Zelândia - Cidades - O Sol Diário

Mundo13/11/2016 | 13h21Atualizada em 13/11/2016 | 18h50

"Já pegamos vários terremotos, mas esse foi assustador", diz catarinense que mora na Nova Zelândia

Carla Frogel Weiss, natural de Joinville, Norte de SC, mora na capital do país e descreve a situação após o fenômeno

"Já pegamos vários terremotos, mas esse foi assustador", diz catarinense que mora na Nova Zelândia Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
Carla Frogel Weiss mora há um ano e meio em Wellington, na Nova Zelândia Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

Após a Nova Zelândia ser atingida por um terremoto de magnitude 7,8 na escala Richter — considerado grande e com capacidade de provocar danos graves em zonas vastas — a catarinense de Joinville, Carla Frogel Weiss, contou ao Diário Catarinense como está a situação no país. Ela mora com o marido há um ano e meio em Wellington, capital da Nova Zelândia. 

Carla conversou com a reportagem por meio do Facebook por volta do meio-dia (horário de Brasília) deste domingo e disse que, apesar da força do tremor — 53 terremotos já tinham sido registrados até as 3h43min, (horário local) — não havia informações sobre feridos ou grandes estragos. Ela  afirmou que as construções no país costumam ser preparadas para resistir a esse tipo de fenômeno, e que a situação está controlada:

— Não escutamos sirenes, nem nada, o que é um ótimo sinal. Significa que não teve acidentes — diz. 

A catarinense, que faz trabalho voluntário na Nova Zelândia, conta que estava dormindo quando o terremoto começou. Ela afirma que a recomendação do governo é para que os moradores fiquem em casa e que o alerta de tsunami é o que preocupa a população neste momento. A Defesa Civil neozelandesa emitiu, pelo Twitter, um alerta de tsunami (formação de ondas gigantes com potencial destrutivo) para toda a costa leste do país, incluindo a capital Wellington, a cidade de Christchurch e as ilhas de Chatham.

— Estamos muito assustados, falam que esse terremoto de hoje aqui em Wellington foi mais forte do que o que teve em 2011 em Christchurch, mas graças a Deus sem feridos ou vítimas. O terremoto foi à meia noite, eu estava dormindo e acordei sacudindo, sacudiu "muuuuuito". Já pegamos vários terremotos aqui, mas esse foi extremamente forte, foi assustador — escreve a catarinense. 

Por fim, Carla ainda descreve que mora em uma região alta, no Centro de Wellington, e que a área faz parte da rota de fuga. Ela confirma que as autoridades locais estão evacuando as áreas de risco.

— Não sei quando vou conseguir dormir, o susto foi muito grande — conclui.

* Colaborou Juliana Rabelo

Acompanhe:
Terremoto de magnitude 7,8 atinge a Nova Zelândia e provoca tsunami

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros