Reeleito, Napoleão Bernardes conquista maioria dos votos em 23 bairros de Blumenau  - Cidades - O Sol Diário
 
 

Eleições 201601/11/2016 | 06h10Atualizada em 01/11/2016 | 06h11

Reeleito, Napoleão Bernardes conquista maioria dos votos em 23 bairros de Blumenau 

Jean Kuhlmann, que no primeiro turno abriu vantagem em nove bairros, conquistou apenas seis no segundo turno  

Reeleito prefeito de Blumenau no domingo com 57,56% dos votos válidos, Napoleão Bernardes (PSDB) reforçou sua influência nos bairros centrais da cidade e melhorou o feito do primeiro turno, levando a melhor em 23 dos 29 bairros que possuem seções eleitorais – em 2 de outubro, ele ganhou em 20. Os números disponíveis no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) apontam ainda que, assim como no primeiro turno, o resultado mais expressivo de Napoleão (11.785 votos) foi na Itoupava Central, bairro mais populoso da cidade. Já a maior diferença foi na Velha, onde Napoleão abriu vantagem de 4.398 votos em relação ao oponente Jean Kuhlmann (PSD)

Outro fato que se iguala aos dados da primeira votação é que o atual prefeito seguiu liderando na Itoupava Norte e no Fidélis, bairros onde Jean despontou para a política.

> Confira no mapa abaixo os círculos amarelos representam os bairros onde Napoleão ganhou mais votos. Já os círculos azuis apontam as vitórias do Jean. 

O pessedista, que obteve 35,06% dos votos válidos no primeiro turno e 42,44% no segundo, foi vitorioso em apenas seis bairros dessa vez – três a menos quando comparado com o resultado de 2 de outubro. Eleitores da Itoupavazinha, Nova Esperança, Passo Manso, Progresso, Valparaíso e Velha Grande seguiram fiéis ao atual deputado estadual que tentava a prefeitura pela segunda vez – em 2012 Jean também disputou o segundo turno contra Napoleão. 

Já nos bairros Testo Salto, Da Glória e Ribeirão Fresco os votantes mudaram de lado e decidiram pelo candidato tucano. A votação mais expressiva de Jean também foi na Itoupava Central: 7.805 votos, 3.980 a menos que o concorrente Napoleão. Entre os bairros onde a maioria preferiu o pessedista, o destaque fica para a Velha Grande. Por lá, ele conquistou 1.604 votos, enquanto Napoleão fez apenas 816 (788 votos de diferença). No primeiro turno, foi no Passo Manso que Jean conseguiu abrir a maior vantagem para o oponente: 561 votos.

Levando em conta que Napoleão e Jean encararam o segundo turno das eleições sem o apoio de Arnaldo Zimmermann (PCdoB), Ivan Naatz (PDT) e Valmor Schiochet (PT), os demais adversários do primeiro turno, os números de domingo reforçam a análise de que Napoleão concentra votos na região Central da cidade, enquanto Jean, tem mais força nos bairros afastados. Sobre isso, o pessedista chegou a comentar que o bom desempenho nessas áreas seria melhor porque a prefeitura pouco tinha feito por estes moradores.

Ao todo, Blumenau tem 230.167 eleitores e 35 bairros – apenas 29 possuem sessões, que estão divididas em três zonas eleitorais. No segundo turno, mesmo com o crescimento no número de abstenções – de 20.823 para 26.723 –, o que chamou atenção foi a queda nos totais de votos em branco e nulos. Para se ter ideia do total apurado no último domingo, 5,5 mil (2,72%) foram brancos e 16,3 mil (8%) nulos. Já no primeiro turno, 9,2 mil (4,43%) pessoas votaram em branco e outras 19,1 mil (9,17%) anularam o voto.

Leia também:
Onde cada candidato precisa avançar para vencer o 2º turno em Blumenau

Para onde vão os votos de Arnaldo, Ivan e Valmor em Blumenau

O peso de uma nova derrota para Jean Kuhlmann (PSD)

Napoleão Bernardes, o tucano-rei de Blumenau

tucano-rei de Blumenau

O Sol Diário
Busca