Saiba quais serviços serão afetados na Grande Florianópolis nesta sexta, dia de mobilização nacional  - Cidades - O Sol Diário

Paralisações10/11/2016 | 12h41Atualizada em 11/11/2016 | 08h39

Saiba quais serviços serão afetados na Grande Florianópolis nesta sexta, dia de mobilização nacional 

Educação, saúde e funcionários da Comcap devem paralisar as atividades

Saiba quais serviços serão afetados na Grande Florianópolis nesta sexta, dia de mobilização nacional  Cristiano Estrela /  Agencia RBS/ Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS / Agencia RBS

Acompanhando a mobilização nacional contra as medidas anunciadas pelo governo Temer, diversas categorias cruzam os braços nesta sexta-feira, dia 11, em Santa Catarina. O Sindicato estadual da Educação convocou os professores para uma paralisação durante o dia todo. . Na saúde, unidades por todo o Estado terão atendimento prejudicado a partir das 6h. Já em Florianópolis, servidores da Comcap prometem parar os serviços por 24 horas. 

Transporte coletivo

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb), todos os funcionários que operam na região da Grande Florianópolis farão paralisação das 5h às 9h. Segundo o assessor do sindicato, Ricardo Freitas, assembleias nesta sexta-feira poderão decidir nova paralisação ou restrição da frota. 

— Em princípio será das 5h até às 9h, mas a gente pode, conversando com os outros movimentos, decidir estender a paralisação — afirmou Freitas.

A prefeitura de Florianópolis, por meio da secretaria de Mobilidade Urbana, acionou vans escolares e de turismo na tentativa de minimizar os impactos com a paralisação do trasporte em Florianópolis. Desde às 5h, os veículos sairão do centro em direção aos bairros e circularão até a normalização do sistema. A tarifa tem dois valores: R$ 6,00 para linhas curtas e R$ 7,50 para linhas longas. 

Universidades públicas

Os técnicos-administrativos em educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) estarão em mobilização na instituição pela manhã. À tarde, os trabalhadores se juntam aos estudantes que ocupam centros acadêmicos da UFSC e o prédio da reitoria da Udesc, no centro de Florianópolis - onde está previsto um ato unificado às 16h. 

Escolas estaduais

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC), convocou todos os professores da rede pública para paralisarem as atividades nesta sexta-feira. Com a movimentação, as aulas em diversas escolas do Estado serão prejudicadas. 

Saúde 

De acordo com o Sindicato da Saúde de SC (Sindi/Saúde), os servidores se somarão às mobilizações nacionais. Todas as unidades hospitalares do Estado deverão ter o atendimento parcialmente paralisado a partir das 6h desta sexta. 

Prefeitura de Florianópolis

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem), funcionários da saúde e educação não irão trabalhar nesta sexta-feira. No entanto, conforme afirmou o próprio sindicato, serviços essenciais nas UPAs e no Samu vai operar normalmente.

Comcap

Após reuniões com os trabalhadores, a Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap) não irá atender a população nesta sexta-feira. Uma assembleia dos trabalhadores, cerca de 1,5 mil no total, está marcada para as 8h30min. A expectativa é de que, à tarde, servidores se unam aos trabalhadores do transporte público e prefeitura. Sem o atendimento, não haverá coleta de lixo, limpeza das ruas e outros serviços realizados pela Companhia.

Confira os serviços que serão afetados nesta sexta-feira

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense

 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros