Cicatrizes que não curam: a espera por justiça após tragédias no trânsito - Cidades - O Sol Diário

Especial30/12/2016 | 07h01

Cicatrizes que não curam: a espera por justiça após tragédias no trânsito

A morosidade dos processos envolvendo acidentes priva familiares e vítimas do alento que resta quando vidas e sonhos terminam sobre o asfalto

Cicatrizes que não curam: a espera por justiça após tragédias no trânsito Jornal de Santa Catarina/
Foto: Jornal de Santa Catarina

Mais do que dor e saudade para as famílias, os acidentes e crimes de trânsito que resultam em mortes e vítimas graves são alvo também em processos na Justiça. Mas os mecanismos que deveriam garantir justiça e algum alento para quem foi vítima ou perdeu algum familiar nas estradas do país nem sempre traz respostas na velocidade desejada. Tudo isso faz do trânsito, este ambiente no qual todos nos encontramos diariamente, expostos a todos os seus riscos, um espaço em que nem sempre quem provoca lesões ou mortes é responsabilizado como deveria. Em Blumenau, por exemplo, de janeiro a novembro, pelo menos 183 acidentes tiveram a embriaguez apontada como causa em relatórios do Seterb.

A seguir o Santa apresenta uma reportagem relembrando histórias de quem sofreu diretamente os efeitos de tragédias nas estradas. Em um dos casos, os pais de duas vítimas de um acidente na Via Expressa aguardam por justiça desde 2013, em um caso que ainda está na fase de inquérito. Em outro, dois anos após ser arrastada por um veículo em Rio do Sul, a vítima ainda se recupera enquanto o processo segue em fase de recursos. No terceiro caso, em junho deste ano, em Indaial, os pais do casal morto em uma colisão também aguardam uma audiência que dará sequência ao processo. Situações que reforçam a sensação de morosidade e injustiça que cerca muitos casos de crimes de trânsito. Clique na imagem abaixo para conferir o especial:

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia apreende 1,5 tonelada de maconha em Itajaí e mais três cidades https://t.co/eM84LHDcNshá 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDiretor da Chapecoense defende trabalho de Vagner Mancini https://t.co/BweuOWc13whá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros