Em SC, venda de imóveis do INSS irá arrecadar R$ 3 milhões para cobrir déficit da Previdência - Cidades - O Sol Diário
 
 

Leilão08/12/2016 | 08h01Atualizada em 08/12/2016 | 08h34

Em SC, venda de imóveis do INSS irá arrecadar R$ 3 milhões para cobrir déficit da Previdência

Levantamento indicou sete imóveis de Santa Catarina aptos a serem vendidos

Em meio a tramitação da reforma daPrevidência Socialem Brasília, o governo federal anunciou que pretende leiloar cerca de 3 mil imóveis do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que estão sem uso. Em Santa Catarina, a superintendência colocou à disposição sete prédios para venda. No balanço preliminar, o valor a ser arrecadado no Estado passa de R$ 3 milhões. Já em todo o país, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, acredita que poderão ser recolhidos R$ 5 bilhões. Todos recursos serão usados para cobrir déficit na Previdência. 

Conforme o INSS, todos os prédios colocados à venda estão sem uso e continuam dando despesas de manutenção para o governo. No Estado, os prédios variam de R$ 470 mil a R$ 791 mil e já foram avaliados pela Caixa Econômica Federal. Previstos para serem vendidos ao longo de 2017, dos sete imóveis, dois estão em São Bento do Sul, três em Balneário Camboriú e dois na cidade de Timbó. 

As alienações serão feitas através da venda direta – para órgãos públicos – ou por leilões abertos para pessoas físicas. Poderão participar dos leilões pessoas tanto pessoas físicas quanto jurídicas, exceto servidores do INSS, membros da Advocacia Geral da União (AGU) em exercício na procuradoria Federal Especializada do INSS ou cônjuges e companheiros das categorias acima.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Leia mais notícias:
Tire suas dúvidas sobre a reforma da Previdência
Um dia após chegar ao Congresso, reforma da Previdência recebe parecer favorável de relator

O Sol Diário
Busca