5 presos fogem da carceragem da Delegacia de Palhoça - Cidades - O Sol Diário
 
 

Segurança16/01/2017 | 10h47Atualizada em 16/01/2017 | 21h26

5 presos fogem da carceragem da Delegacia de Palhoça

Presos estavam na única cela da 30º DP da Polícia Civil

Cinco homens que estavam detidos na Delegacia de Polícia de Palhoça fugiram na madrugada desta segunda-feira. Juarez da Silva Tavares Neto, 37 anos, André Leonardo Leal, 23 anos, Erivelton da Conceição, 40 anos, Paulo Cesar Matia, 33 anos, e Juliano Paim Ramos, 28 anos, estavam na única carceragem da 30º DP da Polícia Civil, no Centro da cidade. Duas grades foram cerradas para que eles pudessem escapar.

Segundo o Delegado Marcelo Arruda, a carceragem da delegacia não deveria abrigar nenhum preso, já que o local serve para abrigar um ou dois presos por poucas horas. Além disso, o local não possui a segurança necessária. No momento da fuga havia 10 presos na cela, mas somente cinco quiseram sair.

— Eles estavam ali por mais de uma semana. Não deveria ter ninguém nessa cela, mas o de Departamento de Administração Prisional (Deap) disse que não tinha vaga e eles foram ficando — afirmou. 

Mesmo após a fuga, os cinco homens que ficaram no local permanecem dentro da cela. O Deap foi avisado da situação, mas de acordo com Arruda, afirmou que não há presídio para abrigar os encarcerados. 

Acusações dos presos foragidos

- Juarez da Silva Tavares Neto, 37 anos: acusado de falsidade ideológica;
- André Leonardo Leal, 23 anos: furto, roubo;
- Erivelton da Conceição, 40 anos: furto;
- Paulo Cesar Matia; furto;
 - Juliano Paim Ramos, 28 anos: tentativa de homicídio;

Leia mais notícias:
Detento é assassinado na Penitenciária de São Pedro de Alcântara
Homem é encontrado morto na Penitenciária Industrial de Blumenau

O Sol Diário
Busca