Alunos relatam que problemas para inscrição no Sisu persistem - Cidades - O Sol Diário
 
 

Educação25/01/2017 | 16h22Atualizada em 07/04/2017 | 18h58

Alunos relatam que problemas para inscrição no Sisu persistem

Questionado sobre a continuidade dos problemas enfrentados pelos alunos, o MEC não se posicionou até as 12h30min

Alunos relatam que problemas para inscrição no Sisu persistem Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Dois dias após o início das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), estudantes que fizeram a segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) reclamam que ainda não conseguiram acessar o sistema nesta quarta-feira.

Nas redes sociais, os candidatos afirmam que não conseguem efetuar a inscrição e reclamam que estão sendo prejudicados em relação aos demais. Questionado sobre a continuidade dos problemas enfrentados pelos alunos, o Ministério da Educação (MEC) não se posicionou até as 12h30min.

Leia mais
MEC diz que trabalha para sanar dificuldades de acesso ao Sisu
Confira um passo a passo para se inscrever no Sisu
Veja as opções para usar a nota do Enem como porta de entrada no ensino superior

Em nota na última terça-feira, o MEC havia informado que foram identificados que cerca de 700 candidatos cujas notas na base de dados do Enem registravam participação na primeira e na segunda aplicação do Exame. "Essas inconsistências já foram corrigidas" disse o ministério.

Ainda de acordo com o MEC, no primeiro dia de inscrições foram registradas ao menos 100 mil mudanças de senha na base do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, o que impede temporariamente o acesso ao Sisu.

"O MEC, juntamente com o Inep, continua trabalhando para identificar qualquer outra inconsistência e resolvê-la com a máxima brevidade, assegurando que não haverá prejuízo a nenhum candidato" o ministério informou.

Ocupações

A segunda aplicação do Enem ocorreu após o exame ser adiado em escolas que estavam ocupadas na data oficial do exame, em 5 e 6 de novembro. A nova prova foi aplicada em 166 municípios para 277.624 pessoas.

Leia as últimas notícias

Os estudantes ocuparam os prédios escolares em protesto contra Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um teto para os gastos públicos, incluindo saúde e educação, e a proposta de reforma do ensino médio, entre outros pontos.

O Sol Diário
Busca