Com casos em São Paulo e Minas Gerais, febre amarela volta a preocupar - Cidades - O Sol Diário

Saúde10/01/2017 | 19h36

Com casos em São Paulo e Minas Gerais, febre amarela volta a preocupar

A doença é transmitida principalmente pelo mosquito Haemagogus e não é contagiosa de pessoa para pessoa

Com casos em São Paulo e Minas Gerais, febre amarela volta a preocupar Divulgação/Fiocruz
Foto: Divulgação / Fiocruz
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

As mortes de duas pessoas e de vários macacos contaminados pela febre amarela puseram em alerta as regiões de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, no norte do Estado de São Paulo. Em Minas Gerais, já são 23 casos prováveis da doença, com 14 óbitos em investigação.

Veja a seguir perguntas e respostas sobre a febre amarela:

Leia mais
Estudo mostra que fazer exercícios somente nos fins de semana traz benefícios à saúde
Mortes provocadas pelo tabaco devem aumentar para 8 milhões em 2030, afirma OMS

1. Como é transmitida?
Pela picada de mosquitos portadores do vírus de febre amarela. Em regiões de campo e floresta, o principal mosquito transmissor é o Haemagogus. O vírus também pode ser transmitido pelo Aedes aegypti, na forma urbana da doença. Casos de transmissão urbana, no entanto, não são registrados no país desde 1942.

2. A febre amarela é transmitida de pessoa para pessoa?
Não.

3. Qual é o papel de primatas na transmissão?
Primatas podem se contaminar com o vírus, exercendo também o papel de hospedeiros. Se picados, os animais transmitem o vírus para o mosquito, aumentando, assim, as chances de propagação da doença.

4. Quais sintomas provocados pela febre amarela?
A febre amarela é classificada como uma doença infecciosa grave. Ela provoca calafrios, dor de cabeça, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Os primeiros sintomas aparecem entre 3 a 6 dias depois da infecção.

5. Qual é a evolução da doença?
Para maior parte dos pacientes, os sintomas vão perdendo a intensidade a partir do terceiro ou quarto dia da infecção. Em alguns casos, no entanto, a doença entra em sua fase considerada tóxica.

Leia as últimas notícias

5. O que ocorre nos casos graves?
Cerca de 10% dos pacientes desenvolvem a forma grave da doença. Ela geralmente ocorre depois de um período breve de melhora dos primeiros sintomas da doença. A febre reaparece, há hemorragias, insuficiência hepática, insuficiência renal. Um dos sintomas é a coloração amarelada da pele e do branco dos olhos. Também não é incomum pacientes apresentarem vômito com sangue, um sintoma da hemorragia. Cerca de 50% dos pacientes que desenvolvem a forma grave da doença morrem num período entre 10 e 14 dias.

6. Qual é o tratamento para a doença?
Não há um tratamento específico para a febre amarela. A medida mais eficaz é a vacinação, para evitar a contaminação da doença.


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDiversidade musical marca o sábado de Carnaval em Laguna, no Sul de SC https://t.co/Uw5f2d7x5Vhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMenino de seis anos morre em acidente na BR-282, em Rancho Queimado https://t.co/OTDcMK9Hl7há 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros