Dagmara Spautz: Cruzeiros para Balneário Camboriú já estão à venda - Cidades - O Sol Diário

Turismo30/01/2017 | 09h53Atualizada em 30/01/2017 | 09h53

Dagmara Spautz: Cruzeiros para Balneário Camboriú já estão à venda

Empresa responsável corre contra o tempo para conseguir autorizações

Foto: Guto Kuerten / Agencia RBS

Já é possível comprar passagem para a primeira parada de transatlântico em Balneário Camboriú. A oferta no site da MSC Cruzeiros é para um roteiro de quatro noites que começa no dia 3 de abril, em Santos, a bordo do navio Preziosa. O transatlântico segue para Búzios (RJ), de lá para Balneário, e volta ao ponto de partida.

Os pacotes mais baratos custam R$ 2.073, para uma pessoa. A companhia também lançou um minicruzeiro para a próxima temporada, que partirá de Santos e passará por Balneário Camboriú e Porto Belo, com preços a partir de R$ 2.224.

Faltando três meses para a estreia, e com os pacotes no mercado, a empresa Bontur , do Grupo Tedesco, que será responsável pela escala, corre contra o tempo para receber o parecer da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) ao fundeio do navio. Nesse tipo de parada a embarcação não atraca num cais, mas fica parado ao largo, um pouco distante da costa, e os passageiros que desembarcam são levados em pequenos barcos (tênderes) até terra firme.

A Antaq considerou incompleta a documentação enviada pela empresa no ano passado, e pediu uma série de dados novos. Entre eles, coordenadas do canal de acesso e da bacia de evolução _ um raio-X do movimento que o navio terá que fazer para completar a escala.

A empresa entregou a documentação esta semana. Na sexta-feira, o órgão federal informou que o processo está em fase de "instrução de do documentos primários¿ na Gerência de Autorização de Instalações Portuárias.

Caso não haja tempo hábil para concluir o processo, a empresa pode requerer uma autorização especial para que a manobra do navio ocorra. Esse pleito, entretanto, tem prazo de 30 a 60 dias para que obtenha resposta.

A Bontur não comentou o caso.

Segurança de navegação

 Recentemente a Praticagem, órgão responsável pela manobra dos navios nos portos de Itajaí e Navegantes, decidiu questionar a Delegacia da Capitania dos Portos de Itajaí sobre a segurança do ponto de parada previsto para navios de passageiros em Balneário Camboriú.

No entendimento da instituição, o local escolhido para o fundeio está próximo de áreas muito rasas, o que potencializa o risco de encalhe. A Praticagem questiona se há um plano de contingência apresentado à Marinha.

Além disso, o órgão aponta que a cartografia da região é muito antiga, feita 50 anos atrás, antes da construção do molhe e do alargamento da praia na Barra Sul _ o que pode ter interferido na geografia do fundo do mar.  

No mesmo barco

 Além do projeto da Bontur, também tramita na Antaq um pedido de instalação de píer para transatlânticos em Balneário Camboriú, proposto pela empresa PDBS. Assim como o Grupo Tedesco, a PDBS também está em fase de instrução preliminar de documentos em Brasília.

Edital cancelado

Na semana passada a prefeitura de Balneário Camboriú cancelou o edital de chamamento público para empresas interessadas em investir na orla ou na faixa de areia, que havia sido aberto em setembro do ano passado. A sustação do edital havia sido recomendada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) há cerca de três meses.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGoverno publica decreto que regulamenta lei contra violência obstétrica em SC https://t.co/trOE59mYC7há 8 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioElicarlos chega nesta terça-feira na Chapecoense para fazer exames https://t.co/1cb3Z1j8UDhá 18 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros