Na primeira reunião com secretários, Gean admite que terá dificuldades para pagar salários de janeiro - Cidades - O Sol Diário

Florianópolis02/01/2017 | 10h28Atualizada em 02/01/2017 | 12h30

Na primeira reunião com secretários, Gean admite que terá dificuldades para pagar salários de janeiro

Novo prefeito da Capital ainda anunciou que vai limitar os salários dos servidores ao vencimento dele, que é de R$ 25,6 mil

Na primeira reunião com secretários, Gean admite que terá dificuldades para pagar salários de janeiro Cristiano Estrela/Agência RBS
Primeira reunião iniciou pouco antes das 6h desta segunda-feira Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

O novo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (PMDB), começou às 6h desta segunda-feira a primeira reunião com o seu secretariado. Ele se reuniu com 26 pessoas, entre elas a esposa, Cintia Loureiro, e vereadores eleitos que tomaram posse neste domingo e devem assumir pastas no governo de peemedebista.

Ao final do encontro, em coletiva para a imprensa, Gean anunciou as primeiras medidas do seu governo. O novo prefeito também divulgou os 13 nomes do secretariado (veja a lista abaixo). Uma das principais preocupações expostas no encontro é a falta de recursos para o pagamento de salários do servidores.

— Ainda faltam R$ 40 milhões para pagar a folha de dezembro. Levaremos pelo menos 10 dias para fazer o pagamento. Se usássemos todo o dinheiro do IPTU para pagar a folha de dezembro, o recurso não seria suficiente. O pagamento da folha de janeiro vai ser difícil.

Entre as novas medidas, a mais polêmica é a que congela os super salários dos servidores municipais.  A partir do decreto de limitação dos salários, que será assinado por ele, os vencimentos ficarão limitados a R$ 25,6 mil, que é o salário do prefeito estabelecido em lei. A exceção serão os vencimentos de procuradores, cujo teto está vinculado ao salários dos desembargadores de Justiça, que é de R$ 30 mil. Hoje, estima-se que 60 servidores ganham mais do que isso. Os valores chegam a R$ 50 mil mensais. Estão nessa lista, auditores, procuradores, entre outros.

Outra ação anunciada por Gean é a de cortar 30% os gastos da prefeitura. Somente saúde e educação vão sair ilesas das reduções. Ele pediu que os secretários usem os próprios carros e celulares para evitar gastos da máquina pública. O peemedebista diz que já está fazendo isso também.

Veja abaixo a lista dos secretários:

Filipe Mello (Bacharel em Direito e advogado pós-graduado em Direito Público, Constitucional e Administrativo. Já ocupou diversas pastas municipais e estaduais, inclusive a Secretaria de Turismo de Santa Catarina): é o novo secretário da Casa Civil e acumulará, também, a Secretaria de Comunicação, que deverá se transformar em uma nova estrutura após a reforma administrativa;

Constâncio Alberto Salles Maciel (formado em Direito pela UFSC, já foi secretário em diversas pastas municipais e estaduais, inclusive ex-secretário estadual de Administração): é o novo secretário da Fazenda, Planejamento e Orçamento. Também acumulará a Secretaria de Transparência e Controle que, com a nova reforma, deverá ser incorporada a uma nova estrutura dentro do Gabinete do Prefeito.

Everson Mendes (formado em História pela UFSC, já foi Superintendente do IGEOF, Gerente de Gestão de pessoas e tem especialização em Gestão de Pessoas e Segurança Cidadã): é o novo secretário de Administração e acumulará o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais.

Katherine Schreiner (Advogada especialista em direito administrativo, já foi procuradora-geral de São Bento do Sul): é a nova Secretária de Assistência Social. Posteriormente, a Habitação será unida à Assistência Social.

Vinicius de Luca Filho (Doutor em Geografia, Mestre em Ciência da Informação, Bacharel em Turismo): é o novo Secretário de Turismo e acumulará, também, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômica, a Secretaria de Pesca, Maricultura e Agricultura e o IGEOF. Com a reforma, ambas secretarias serão unidas.

Edson Lemos (Formado em Administração e Gestão de Negócios, já ocupou diversos cargos na Prefeitura da Capital): é o novo Secretário do Continente.

Nelson Mattos Gomes Júnior  (é Advogado, já foi Auditor do Tribunal de Justiça Desportiva e Procurador-Geral da Junta Comercial de Santa Catarina): é o novo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. Acumulará também o Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, o IPUF, a FLORAM e SESP.

Maurício Pereira (formado em Administração pela UFSC, possui Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção e Pós Doutorado. É professor da UFSC): é o novo Secretário de Educação.

Tiago Silva (Já ocupou diversas funções no executivo municipal, inclusive a direção do Procon Municipal e a Secretaria de Defesa do Consumidor):  é o novo Secretário de Defesa do Consumidor e acumulará, também, a Secretaria de Segurança. Com a reforma, as duas pastas serão unidas.

Luiz Américo Medeiros (formado em Engenharia Civil, possui especialização em Gestão da Construção Civil. É funcionário efetivo da Prefeitura de Florianópolis desde 1981): é o novo Secretário de Obras. Acumulará a Secretaria de Habitação e Saneamento Ambiental. Com a reforma, a Secretaria de Saneamento será unificada.

Sérgio Hickel do Prado (Engenheiro formado pela UFSC, já ocupou diversos cargos de direção da Celesc): é o novo Secretário de Mobilidade Urbana.

Vanderlei Farias (É formado em Gestão Pública. Já presidiu conselho comunitário, intendência e diversas funções municipais): é o novo secretário de Cultura. Também acumulará a Fundação Franklin Cascaes e a Fundação de Esportes. Ambas serão unidas em uma só secretaria com a reforma.

Carlos Alberto Justus da Silva (Formado em Medicina pela UFSC, é especializado em Cirurgia e Mestre e Doutor em Medicina. Já foi diretor do Curso de Medicina da UFSC, vice-reitor e ex-diretor geral do Hospital Universitário): é o novo Secretário de Saúde de Florianópolis.


 
  •                                
  •  
     
  •  
     
  •  
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros