Anvisa proíbe venda de noz da Índia no país - Cidades - O Sol Diário

Tóxica08/02/2017 | 21h06Atualizada em 08/02/2017 | 21h06

Anvisa proíbe venda de noz da Índia no país

Anvisa proíbe uso e venda de produtos que contenham Noz da Índia e Chapéu de Napoleão. Utilizadas para emagrecer, sementes são tóxicas

Anvisa proíbe venda de noz da Índia no país Anvisa/Divulgação
Foto: Anvisa / Divulgação

Anvisa proibiu em todo o território nacional, a fabricação, a comercialização, a distribuição e a importação de Noz da Índia (Aleurites moluccanus) e do Chapéu de Napoleão (Thevetia peruviana) como insumos em medicamentos e alimentos e em quaisquer formas de apresentação.

A agência explica que tomou como base para a sua decisão as evidências de toxicidade e a ocorrência de três casos de óbitos no Brasil associados ao consumo de ¿Noz da Índia¿ (Aleurites moluccanus), também chamada de Nogueira de Iguape, Nogueira, Nogueira da Índia, Castanha Purgativa, Nogueira-de-Bancul, Cróton das Moluscas, Nogueira Americana, Nogueira Brasileira, Nogueira da Praia, Nogueira do Litoral, Noz Candeia, Noz das Moluscas, Pinhão das Moluscas.

Também está proibida a distribuição e uso da planta Chapéu de Napoleão ou  "jorro-jorro" (Thevetia peruviana), cujas sementes se assemelham àquelas da planta Noz da Índia. Essas sementes, quando ingeridas, também são tóxicas e seu uso é proibido em diversos países.

A medida sanitária aplicada pela Anvisa ao consumo dessas sementes, em qualquer forma de apresentação, proíbe também a divulgação, em todos os meios de comunicação, de medicamentos e alimentos que apresentem estes insumos.

Os produtos denominados ou constituídos de ¿Noz da Índia¿ têm sido comercializados e divulgados  irregularmente com indicações de emagrecimento, por suas propriedades laxativas. Nunca houve registro na Anvisa de produtos à base desses dois insumos - Noz da Índia e Chapéu de Napoleão.

Leia também:

21 chás produzidos em Xanxerê também são proibidos pela Anvisa

Cinco lotes de geleias produzidas em SC têm venda proibida

Quase metade dos alimentos analisados em Santa Catarina apresenta irregularidades

Entenda o teste do laboratório catarinense que reprovou cinco marcas de extrato de tomate

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia Civil divulga nome e fotos do suspeito de matar a travesti Jeniffer em Florianópolis  https://t.co/IMpHbnODPNhá 11 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTorcedor joinvilense faz tatuagem da camisa do Flamengo em tamanho real https://t.co/UcADR6996ohá 12 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros