Diversidade musical marca o sábado de Carnaval em Laguna, no Sul de SC - Cidades - O Sol Diário

Folia25/02/2017 | 23h06Atualizada em 27/02/2017 | 12h34

Diversidade musical marca o sábado de Carnaval em Laguna, no Sul de SC

Organização do Bloko Rosa estima que 85 mil pessoas acompanharam o trio elétrico na orla da Praia do Mar Grosso

Diversidade musical marca o sábado de Carnaval em Laguna, no Sul de SC Marco Fávero / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marco Fávero / Agência RBS / Agência RBS

Uma multidão vestida de cor-de-rosa aproveitou este sábado de Carnaval em Laguna, no sul de Santa Catarina. Com abadás customizados, os foliões do Bloko Rosa, o segundo maior da cidade - só perde para o da Pracinha que sai neste domingo à tarde - se concentraram na Praça Chico Pinho desde às 14h. Foram vendidos os 6 mil ingressos para a área de concentração, que teve apresentações do Dj Jesus Luz, o ex da Madonna, e a presença do ator global Caio Castro. Quando o trio elétrico saiu pela orla da Praia do Mar Grosso, cerca de 85 mil aproveitaram a festa, estimam os organizadores do evento. A Polícia Militar  (PM) não fez levantamento do público.

Assista momentos da folia

Embalada pelo  'Quando ela bate com a bunda no chão", trecho da música do MC Kevinho que foi uma das mais tocadas, a plateia era composta por diversas faixas etárias. Gabriela Schuelter, 16 anos, estava com mais duas amigas e curtia o bloco pela primeira vez. As três vieram de táxi de Braço do Norte, cidade a 50 quilômetros de Laguna, e prometem voltar nos próximos anos.

O clima dos blocos de rua de Laguna é o que faz Renato Willian, 40 anos, vir há pelo menos 25 anos para o Carnaval da cidade do Litoral Sul. O morador de Tubarão, acompanhado de um grupo de 10 amigos, diz que para ele esse é o melhor Carnaval de SC.  

Muitos foliões aguardaram ansiosos por Caio Castro, que chegou por volta das 19h30min e evitou falar com a imprensa. Sobre o post que publicou imitando a Globeleza, disse que não imaginou tamanha repercussão. Esse foi o primeiro Carnaval do global em Laguna.

Uma das novidades deste ano foi a homenagem à Chapecoense nos abadás. Além do "Força Chape"  estampado nas camisetas, houve um momento em que a plateia toda cantou o hino de apoio ao clube catarinense, "Vamos, vamos, Chape". Outro homenageado foi Anselmo Silva Joaquim, chamado de Poliba. O morador de Laguna sempre escolhia uma fantasia irreverente para participar da festa. No ano passado foi de Farol de Santa Marta. Considerado a musa do Bloko Rosa, faleceu no ano passado e uma estátua sua, com aproximadamente quatro metros, guiou o trio elétrico pela orla da Praia do Mar Grosso.

O trio do Bloko Rosa ganhou as ruas às 20h40 e deve seguir até 00h30min.. No circuito, o trio teve a companhia de carros de outros blocos, como o Bebethudo, e de grupos que fizeram suas festas particulares na orla, com carros de som, das sacadas dos prédios e com músicas de diferentes estilos. Até um bailão com música gauchesca ganhou a principal rua do Carnaval de Laguna. A festa na cidade é democrática e está longe de ser restrita a marchinhas.

Leia mais notícias:
AO VIVO: acompanhe as festas e blocos do Carnaval 2017 em Santa Catarina
Confira a programação dos blocos de rua da Grande Florianópolis
Plural, eclético, tradicional e eletrônico: a programação de BC e região
Confira as atrações do Carnaval 2017 em Florianópolis

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFalta de verba federal emperra ampliação do Aeroporto de Navegantes https://t.co/UyDgtxp1oxhá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioContagem regressiva: veja como estão os 10 times do Campeonato Catarinense https://t.co/N7VKDw0KtChá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca