MP-SC pede quebra de sigilo do processo da Operação Trato Feito em Balneário Camboriú - Cidades - O Sol Diário

Judiciário13/02/2017 | 15h32Atualizada em 13/02/2017 | 17h35

MP-SC pede quebra de sigilo do processo da Operação Trato Feito em Balneário Camboriú

Solicitação leva em conta decisões do STF em ações da Lava-Jato

O promotor Jean Forest, responsável pela moralidade administrativa em Balneário Camboriú, pediu ao Judiciário para liberar o sigilo de uma série de ações que estão sob sua responsabilidade. Entre os processos, estão o que envolve suspeitas de irregularidades na época em que a Cruz Vermelha geriu o Hospital Ruth Cardoso e o da Operação Trato Feito, deflagrada em setembro de 2014.

Em 2015, 46 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público à Justiça por crimes como corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, advocacia administrativa, prevaricação, fraudes e direcionamento em licitações. Entre os fatos investigados estão as obras da Passarela da Barra e o projeto do elevado da Quarta Avenida. A Operação Trato Feito resultou na prisão de 14 pessoas, incluindo empresários e membros do primeiro escalão do governo anterior. 

O pedido de quebra do sigilo teve como base decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), que liberaram o conteúdo das ações da Operação Lava-Jato. A Justiça ainda não se manifestou sobre a solicitação. 

Foro privilegiado 

Por falar em Operação Trato Feito, com a saída do ex-prefeito Edson Piriquito (PMDB) do cargo e a consequente perda de foro privilegiado, os trechos em que ele teria sido citado e que tramitavam no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) serão enviados de volta para Balneário Camboriú. A tendência é que essa movimentação acelere o andamento da ação, que pouco caminhou nos últimos meses. 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGoverno federal e Porto de Itajaí discordam sobre área de ampliação https://t.co/Pe11HvtXcZhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConselho regional em SC acata decisão que proíbe enfermeiros de solicitarem exames no SUS  https://t.co/7vfnFcO9E9há 4 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros