Pescadores esperam mais de 50 barcos na procissão de Nossa Senhora dos Navegantes em Cacupé  - Cidades - O Sol Diário

Religião01/02/2017 | 15h55Atualizada em 02/02/2017 | 11h39

Pescadores esperam mais de 50 barcos na procissão de Nossa Senhora dos Navegantes em Cacupé 

Dia da santa, ou Iemanjá, é celebrado nesta quinta, 2 de fevereiro. Eventos religiosos levam imagem da padroeira dos pescadores às praias

Pescadores esperam mais de 50 barcos na procissão de Nossa Senhora dos Navegantes em Cacupé  Silvani Ferreira/Arquivo Pessoal
Procissão do ano passado reuniu 35 barcos na Baía Norte Foto: Silvani Ferreira / Arquivo Pessoal

O dia de Nossa Senhora dos Navegantes, para os católicos, ou de Iemanjá, para a umbanda e candomblé, é nesta quinta-feira, 2 de fevereiro. Uma das procissões marítimas mais tradicionais de Florianópolis acontece no domingo no distrito de Santo Antônio de Lisboa.

Nas homenagens do ano passado, foram 35 barcos. Para este ano, os pescadores esperam pelo menos 50 embarcações homenageando a padroeira dos marinheiros. Silvani Ferreira, presidente da colônia de pescadores de João Paulo e um dos organizadores da procissão, lembra que o evento não é voltado apenas para os trabalhadores do mar, mas também para turistas. Vários umbandistas também estarão presentes para celebrar Iemanjá.

— Todo ano a gente pede proteção para nós, do mar, que é cheio de surpresas. Pedimos que ilumine nosso caminho e melhore nossa pesca. É uma tradição com mais de 100 anos, e teve uma época que estava quase acabando, num ano chegou a ter seis barcos nos acompanhando. E aí a gente tomou a frente disso, e cada vez que passa estamos vendo ficar mais forte, é essa fé que nos dá força — destaca o pescador.

A procissão com os barcos levando a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes começa às 9h, com saída da Capela Santa Cruz, no Cacupé. Irão até o bairro João Paulo, depois seguem até o bico do Sambaqui, retornando ao Cacupé. Às 11h, será rezada uma missa campal. Em seguida, a imagem volta à capela e haverá um almoço de confraternização.

Celebrações na Lagoa da Conceição

Na Lagoa da Conceição, a procissão sai às 15h da ponte das Rendeiras. Serão entre 20 e 30 barcos, sendo dez da cooperativa do Rio Vermelho, dez da cooperativa da Lagoa e os demais particulares. Conforme Bruno Laureano, um dos barqueiros da procissão, sempre tem espaço para um passageiro entrar no barco de graça.

As embarcações saem da ponte da Lagoa, vão até o final da Avenida das Rendeiras, entram no canal da Barra, atravessam de novo a lagoa, voltam pelo Canto dos Araçás e por fim desembarcam na Lagoa, onde a imagem retorna para a igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição, onde haverá uma missa.

Já a procissão da Costa da Lagoa não está confirmada. Conforme os pescadores, a igreja está com muitas dívidas e precisa usar os recursos disponíveis para reformar o salão paroquial. Caso não aconteçam as homenagens na Costa, é possível que os barcos se juntem à procissão da Lagoa.

Confira como foi a procissão de Nossa Senhora dos Navegantes na Lagoa da Conceição em 2014


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAvenida Atlântica será parcialmente interditada para o trânsito todos os domingos em Balneário Camboriú https://t.co/ISd7t44IeLhá 8 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico Claudinei Oliveira avalia a continuidade de Kozlinski e Maicon entre os titulares do Avaí https://t.co/XXp8PvgH9xhá 14 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros