"Vai ter gorda na praia" mobiliza mulheres na manhã deste domingo na Praia Mole, em Florianópolis - Cidades - O Sol Diário

DC pelas praias 05/02/2017 | 14h56Atualizada em 06/02/2017 | 19h32

"Vai ter gorda na praia" mobiliza mulheres na manhã deste domingo na Praia Mole, em Florianópolis

"Vai ter gorda na praia" mobiliza mulheres na manhã deste domingo na Praia Mole, em Florianópolis Léo Cardoso/Agencia RBS
Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

A Praia Mole, em Florianópolis, reuniu na manhã deste domingo mulheres adeptas do movimento intitulado "Vai ter gorda na praia". Organizado pelo projeto catarinense Sim sou Diva, o evento atraiu a imprensa local e também olhares curiosos de turistas e banhistas que passavam pela faixa de areia. 

O movimento é uma iniciativa nacional, criado pela paulista Helena Custódio e reinventado pela santista Erika Cador. Em Santa Catarina, o então blog Sim sou Diva comprou a ideia e começou a promover os encontros no ano passado.

A vencedora do concurso Miss Plus Size Sênior SC, Rosilene Bejarano, também marcou presença na ação. Ela reforça o objetivo do evento, que segundo ela é promovido justamente para encorajar outras mulheres na mesma situação a saírem de casa e curtir a vida sem medo ou vergonha. 

Depois do Carnaval: Preço das diárias de hotéis nos destinos turísticos de SC cai até 53% 

— Nós, brasileiras, somos uma mistura, então não tem como ter um padrão. Temos que nos aceitar mesmo. O problema não está na gente que se encontrou aqui hoje, somos super felizes com nós mesmas. O problema maior é para as pessoas que estão em casa, que não vem na praia por se acharem feias — pondera. 

Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

A publicitária e também apoiadora da ação Edvana Stadizki, de 30 anos, complementa Rosilene ao pontuar que, hoje em dia, as mulheres deste grupo já vão para a praia sozinha e, inclusive, marcam encontros no local. Ela defende que é preciso ter respeito pelo que é diferente:

— Não temos problema com a palavra gorda, a gente se aceita. Nosso maior objetivo é ajudar outras pessoas e nos fortalecer. É preciso respeito. Tudo bem não gostar, mas não precisa ofender — afirma.

A idealizadora da ação e do blog Sim sou Diva, Letícia de Assis, também estava em meio ao grupo. Além de comentar o recente caso da represente do Canadá no concurso Miss Universo, onde internautas apontaram a concorrente como gorda, Letícia ainda ponderou sobre a questão da pressão pelo padrão de beleza.

— A Miss Canadá não é gorda, gente. Ela está acima das medidas das demais, mas é belíssima como as outras. A pressão estética sempre vai existir e as gordas estão fadadas a isso — lamenta.

Aos 39 anos, Letícia também alerta para a questão de rotular e associar a obesidade com doença. Para ela, ser gorda e ser doente são coisas diferentes: 

_ Existe negligencia em tratamentos (de saúde) quando a mulher é gorda, falando que a gente é doente simplesmente por ser gorda. Isso é muito grave e é algo que vem da sociedade. É muito preocupante _ conclui. 

Letícia, com o brinco escrito diva, é a idealizadora da ação no Estado Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS
Foto: Arte DC / Arte DC

Leia também:
Depois do Carnaval: Preço das diárias de hotéis nos destinos turísticos de SC cai até 53% 

Mulheres adotam métodos contraceptivos não hormonais para fugir dos efeitos das pílulas

Gestão de resíduos orgânicos: aprenda a fazer uma vermicomposteira em casa

Oficinas de desprincesamento ensinam meninas a crescer livres de estereótipos de gêneros

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioChapecoense vence o Vitória fora de casa por 2 a 1  https://t.co/PrevzUCUkxhá 6 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPalestrantes com renome mundial passam por Blumenau durante evento de negócios https://t.co/6Skt65IkCShá 7 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros