Apenas dois cursos universitários têm nota máxima em indicador de qualidade do Inep em SC - Cidades - O Sol Diário

Avaliação do ensino superior08/03/2017 | 17h09Atualizada em 08/03/2017 | 22h20

Apenas dois cursos universitários têm nota máxima em indicador de qualidade do Inep em SC

Conceito Preliminar de Cursos foi divulgado nesta quarta-feira 

Apenas dois cursos universitários têm nota máxima em indicador de qualidade do Inep em SC Leo Munhoz/Agencia RBS
Unisociesc, de Joinville, tem um dos dois cursos com a nota máxima no Conceito Preliminar de Cursos do Inep Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

No Conceito Preliminar de Cursos (CPC), que avalia a qualidade dos cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas e públicas, apenas dois obtiveram o conceito 5, o máximo. O curso de Administração do Centro Universitário Sociesc, de Joinville, e o de Ciências Contábeis do Centro Universitário Facvest, de Lages (veja a lista completa abaixo).

Veja também:
Apenas 3,6% dos cursos superiores em Santa Catarina atingiram conceito máximo no Enade

UFSC é a sétima universidade entre as públicas do país com melhor nota do Índice Geral de Cursos do Inep

Em Santa Catarina foram 435 cursos avaliados nesta edição do CPC, que corresponde a índices coletados em 2015. Foram alvo de avaliação somente os cursos de administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, jornalismo, publicidade e propaganda, design, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teologia e turismo. Além dos cursos tecnológicos de comércio exterior, designs de interiores, moda,  gráfico, gastronomia, de gestões comercial, qualidade, recursos humanos, financeira, pública, logística, marketing e processos gerenciais.  

Mais de 30 tiraram as notas mais baixas

O Estado teve 33 cursos que tiraram conceito 2, considerado insatisfatório pelo Ministério da Educação. Aparecem entre as cinco notas mais baixas os cursos de Administração da Unoesc, em São Miguel do Oeste, Design da Univille, em Joinville, e Tecnologia em Logística da Unoesc, em Chapecó.

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é um indicador de qualidade que agrega diferentes variáveis: resultados da avaliação de desempenho de estudantes, o Conceito Enade; titulação e regime de trabalho do corpo docente; percepções dos estudantes sobre a organização didático-pedagógica, infraestrutura e as oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional. 

O indicador é calculado somente para cursos com, no mínimo, dois concluintes participantes no Enade. Em 2015; 0,3% dos cursos do país obtiveram conceito 1; 11%, conceito 2; 57,7%, conceito 3; 26,5%, conceito 4 e 1,1%, o conceito 5.

Cursos com notas muito baixas serão acompanhados de perto pelo Inep, que vai estipular metas de recuperação e podem ser suspensos ou proibidos de ter novas turmas, caso não cumpra os objetivos. 


Leia também:
Apenas 3,6% dos cursos superiores em Santa Catarina atingiram conceito máximo no Enade

Cerca de 15% das instituições de Ensino Superior têm avaliação insuficiente

Participação das mulheres na área de exatas mais do que dobrou de 2011 a 2016 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCatarinenses conhecem adversários na estreia da Copa do Brasil; Figueirense terá viagem mais longa https://t.co/I1lBJJZr7Ihá 1 diaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPorto Belo desiste de projeto de adutora na praia https://t.co/ljiSWTdCbvhá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca