Nomeado no TSE, Admar Gonzaga é neto de catarinense ilustre - Cidades - O Sol Diário

Ligação com SC31/03/2017 | 15h59Atualizada em 03/04/2017 | 21h01

Nomeado no TSE, Admar Gonzaga é neto de catarinense ilustre

Jurista passou parte da infância e juventude em Florianópolis

Nomeado no TSE, Admar Gonzaga é neto de catarinense ilustre Roberto Jayme/ASICS/TSE
Jurista passou parte da infância e juventude em Florianópolis Foto: Roberto Jayme / ASICS/TSE

03/04/2017, 15h11. Correção: Ao contrário do que foi noticiado anteriormente, o pai de Admar Gonzaga Neto foi o médico Augusto Luiz Gonzaga, e não Antônio Luiz Gonzaga. 

Indicado nesta quinta-feira pelo presidente Michel Temer como futuro ministro da Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o jurista Admar Gonzaga é neto de um catarinense ilustre. Seu avô foi um influente empresário e fundador do sindicato dos corretores de imóveis de Santa Catarina (Sindimóveis). Ele também dá nome a uma das principais rodovias de Florianópolis, que liga a região central à Lagoa da Conceição.

O nome completo do futuro ministro do TSE é Admar Gonzaga Neto. Ele é filho do médico Augusto Luiz Gonzaga e nasceu no Rio de Janeiro em 1960, em uma época que seu pai trabalhava por lá. O jurista morou no Rio de Janeiro por alguns anos, mas veio para Florianópolis junto com a família quando seu pai se aposentou. Em Florianópolis, fez o primeiro e segundo graus nos colégios Alferes Tiradentes e Catarinense. 

Também em Florianópolis, o futuro ministro foi funcionário do extinto Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) entre 1980 e 1992. No ano seguinte, se mudou para Brasília, onde cursou Direito no Uniceub. Durante esse período, chegou a trabalhar como motorista do deputado Renato Johnson (PDS-PR).

Em Brasília, Admar se especializou em direito eleitoral e ajudou a fundar, em 2006, o escritório A Gonzaga Advogados. Desde 2013, é ministro-substituto do TSE. Ele vai assumir em 17 de abril no lugar do ministro Henrique Neves. Um dos seus principais desafios deve ser o julgamento que pode resultar na cassação da chapa Dilma-Temer, e na consequente queda do atual presidente.  

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioZé Love deve ficar de fora, e Milton Cruz não dá sinal de escalação do Figueirense https://t.co/gQdMbThdAChá 5 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPedro Castro destaca parceria com Simião no meio de campo do Avaí: "Estamos bem entrosados" https://t.co/XDRGJAyfPxhá 6 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros