UFSC estuda instalar câmeras que possam ser monitoradas por pais de alunos  - Cidades - O Sol Diário

Em análise30/03/2017 | 21h16Atualizada em 30/03/2017 | 21h16

UFSC estuda instalar câmeras que possam ser monitoradas por pais de alunos 

Setor der segurança ainda analisa legalidade da questão. Além disso, instituição utiliza drones para reforçar segurança 

UFSC estuda instalar câmeras que possam ser monitoradas por pais de alunos  Leo Munhoz/Agencia RBS
Central de monitoramento da instituição Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Além das 1,3 mil câmeras já instaladas no campus em Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) pretende reforçar a segurança. Uma das medidas é a instalação de novas câmeras e melhoria da iluminação nas principais vias. A ideia inicial seria liberar o acesso das gravações para acesso por alunos e pais, porém secretaria de segurança analisa legalidade da questão.

— Tivemos conversa com pessoal do Direito e com a procuradoria, a questão do acesso dos pais a gente vai precisar discutir, porque tem o direito de imagem, privacidade. A ideia era que quanto mais gente tivesse acesso melhor, mas a gente talvez tenha alguma barreira legal para utilização dessas imagens. Mas o projeto Rota Segura vai avançar, com melhoria da iluminação, colocação de câmeras em alguns pontos, controle maior dessas rotas principalmente na madrugada e à noite — explica Leandro Luiz de Oliveira, diretor da Secretaria de Segurança Institucional. 

Oliveira diz que já estão com 25 câmeras para o projeto chamado Rota Segura, que deve começar a funcionar em meados de maio. As imagens serão enviadas em tempo real para a central de monitoramento. A instalação dos equipamentos será feita nas três principais vias do campus. O objetivo, explica o diretor, é reforçar monitoramento dos pontos mais movimentados e evitar ocorrências. 

O acesso das imagens por alunos e pais, que seria feito pelo login dos acadêmicos, ainda está em discussão e não tem data para ser definido.

Além disso, a instituição já utiliza um drone que foi doado pela Receita Federal. O equipamento faz cerca de três sobrevoos diários principalmente nas áreas de estacionamento para monitoramento. Outro drone, também doado pela Receita, será consertado para ser utilizado pela equipe. 

Leia também:

Lei obriga que apenas professores habilitados possam ministrar aulas de educação física em SC


Entidades se manifestam sobre aluna que processa professora da Udesc por perseguição ideológica

Hemosc retoma cadastro de doadores de medula em SC

Menino de SC reencontra a mãe dois anos depois de ser levado pelo pai

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCriciúma sai na frente, mas cede empate ao Oeste no Heriberto Hülse https://t.co/1RIIZQ4vqohá 39 segundosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAssociação emite nota de pesar sobre morte de agente penitenciário em Joinville https://t.co/fMYitURqOThá 10 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros