Carolina Bahia: "Julgamento da chapa Dilma-Temer começa dando uma amostra grátis dos próximos meses" - Cidades - O Sol Diário

Opinião05/04/2017 | 07h05

Carolina Bahia: "Julgamento da chapa Dilma-Temer começa dando uma amostra grátis dos próximos meses"

Sem prazo para acabar, mas revelador. Assim será o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que já começou dando uma amostra grátis dos próximos meses. O adiamento do início dos trabalhos, com cinco dias para a defesa, era exatamente o que queriam os advogados do PT, do PMDB e do PSDB. A defesa de Michel Temer, no entanto, reclamou da oitiva de quatro novas testemunhas, entre elas o marqueteiro João Santana. O marqueteiro sabe de tudo o que ocorreu nas eleições de 2014, inclusive de onde veio e para onde foi o dinheiro do financiamento.

As informações são tão valiosas que a Lava-Jato teve interesse em fechar o acordo de delação, homologada ontem pelo STF. Ninguém ousa apostar em uma data de conclusão ou qual será o resultado do julgamento, mas já podemos adiantar que as entranhas da campanha à presidência em 2014 estarão expostas.

Defesa
O ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) contratou o advogado criminalista Daniel Gerber para fazer sua defesa na Lava-Jato. Gerber já solicitou ao STF acesso à delação dos executivos da Odebrecht que citam o ministro. Formado na PUC/RS, ele é ex-advogado de Lúcio Funaro, que ficou conhecido como operador de Eduardo Cunha.

É ficção?
A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou que Marcelo Odebrecht produziu ficção para ter a delação aceita na Lava-Jato. Vamos ver o que ela dirá do marqueteiro e amigo João Santana, que teve a delação homologada STF. À Justiça, ele e Mônica Moura já haviam confirmado o caixa 2.

Reforma
Relator da Reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA) adianta que pretende flexibilizar o projeto original em dois pontos: aposentadoria rural e regras de transição. Ele só não abre mão da idade mínima, um dos pontos considerados mais importantes pelo Ministério da Fazenda.

Apoio
Líder da oposição no Congresso, o deputado Décio Lima (PT-SC) defende a reforma Política com voto em lista, financiamento público de campanha e criminalização do caixa 2. Na lista fechada, o partido entrega um prato pronto ao eleitor, com a relação dos candidatos.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTriunfo em Chapecó inspira Avaí na busca pela primeira vitória no Brasileirão https://t.co/PnxrVjCTgFhá 3 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDe olho no bi do Ironman, Igor Amorelli projeta: "Quero fazer a melhor prova da minha vida" https://t.co/Wq8J4OrzwAhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros