Debate sobre a credibilidade da notícia abre ciclo de palestras promovido pela RBS SC no Estado  - Cidades - O Sol Diário

Jornalismo17/04/2017 | 21h13Atualizada em 18/04/2017 | 13h19

Debate sobre a credibilidade da notícia abre ciclo de palestras promovido pela RBS SC no Estado 

O tema do encontro foi "Jornalismo e Pós-Verdade: o valor da credibilidade em tempos de fake news"

Debate sobre a credibilidade da notícia abre ciclo de palestras promovido pela RBS SC no Estado  Turma técnica fotográfica 1/Curso Mídia Eletrônica/ Estácio - Florianópolis
Primeiro encontro foi promovido na Estácio, em Florianópolis  Foto: Turma técnica fotográfica 1 / Curso Mídia Eletrônica/ Estácio - Florianópolis
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O primeiro de 11 encontros que formam o Diálogos Jornalismo, projeto da RBS SC que reúne jornalistas e estudantes da área em universidades para debater sobre a profissão, aconteceu nesta segunda-feira no auditório da Estácio, em Florianópolis. O tema do encontro mediado pelo apresentador do Bom dia SC, Raphael Faraco, e pelo professor da Estácio, Marcelo Barcelos, foi o "Jornalismo e Pós-Verdade: o valor da credibilidade em tempos de fake news".

Antes de iniciar o debate, Faraco explicou ao público que o projeto vai percorrer universidades do Estado entre os meses de abril, maio e junho. Além da Capital, Joinville, Itajaí, Xaxim, Blumenau, Joaçaba já estão com datas agendadas para receber os debates. Lages, Caçador e Concórdia também irão sediar os encontros, mas as datas ainda não foram fechadas. 

Assim como Faraco, antes de abrir para questionamentos da plateia, o professor Barcelos, que também coordena o MBA em Comunicação e Marketing na Estácio, dividiu experiências que viveu no jornalismo e comentou que a grande questão atualmente é que, na opinião dele, o mundo se tornou um replicador de conteúdo e, consequentemente, as mídias sociais figuram como fonte de compartilhamento de notícias falsas. 

Entre os questionamentos, foram levantados temas como a imparcialidade do comunicador ao repassar notícias, principalmente, políticas; qual o processo de tomada de decisão para decidir que matérias serão transmitidas ou publicadas e, por fim, qual a relação do ineditismo da notícia com o chamado fake news, as notícias falsas. Faraco ponderou que o jornalista precisa ser desconfiado, checar a veracidade dos fatos com fontes confiáveis, como datas e horários. Explicou ainda que critérios de relevância norteiam a tomada de decisão sobre o que será noticiado e que é preciso "prestar um grande serviço, que vai mudar a vida da população de alguma forma". 

Por fim, Barcelos comentou que as redes sociais são, atualmente, o motor da circulação jornalística. O professor ainda deu dicas de como verificar se uma informação em determinado site é verídica ou não, como checar as fontes usadas, o URL, se a matéria tem ou não fotos, se possui data de publicação e ainda se há alguma formatação incomum. 

As próximas palestras promovidas pelo Diálogos Jornalismo ocorrem nesta terça-feira, das 9h às 10h30, na UFSC, e nos dias 3, 10 e 17 de maio, em Joinville, Itajaí e Xaxim, respectivamente.

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioClóvis Reis: investigação indica que entre 2010 e 2014 os repasses da Odebrecht chegaram a R$ 6,7 milhões em Blume… https://t.co/iXF28XzSQ5há 25 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHomem morre eletrocutado após vendaval em Itajaí, no Litoral Norte https://t.co/DNx3Ljojnkhá 25 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros