Incêndio em Braço do Norte: duas vítimas eram turistas e uma morava no hotel - Cidades - O Sol Diário

Sul do Estado30/04/2017 | 14h12Atualizada em 30/04/2017 | 14h15

Incêndio em Braço do Norte: duas vítimas eram turistas e uma morava no hotel

Pelo menos 10 pessoas estavam hospedadas no hotel

Incêndio em Braço do Norte: duas vítimas eram turistas e uma morava no hotel Janine Limas/Agencia RBS
 Anderson Vitorio é um dos sobreviventes do incêndio  Foto: Janine Limas / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Um incêndio no Hotel Rech, no Centro de Braço do Norte, deixou três mortos e pelo menos seis feridos na madrugada deste domingo. As chamas começaram na lanchonete do hotel no térreo e a fumaça se espalhou pelos outros quatro andares. Segundo moradores da região, o hotel foi fundado na década de 1970 e é o mais antigo da cidade, no local também já funcionou um antigo cinema.

As chamas tiveram início por volta das 2h30min, madrugada deste domingo. Três pessoas morreram, todas por asfixia, segundo a guarnição da cidade: Cristina Miranda Schimitt, 59, Alexandre Frontino, 32, e Yasmin Streger, 13. Pelo menos outras seis pessoas estavam no hotel e foram encaminhadas para hospitais da região.

Uma delas é Anderson Vitorio, que contou à reportagem da RBS TV como conseguiu escapar do prédio em chamas. Ele conta que estava no primeiro andar assistindo televisão quando o hotel ficou sem energia. Assim, decidiu dormir, mas em seguida acordou com gritos e cheiro de fumaça. Vitorio tentou escapar pelo corredor, onde encontrou outro homem, mas como havia muita fumaça, voltaram para o quarto juntos. Os dois decidiram pular da janela para a marquise do hotel e depois usaram uma árvore para escapar do prédio.

Foto: Alexandre Frazão / Stylo FM

Sônia Mara Streger, mãe da menina que morreu, Yasmin Streger,  contou à RBT TV que estava com a filha e com o marido em um quarto no terceiro andar. A família, que é do Paraná e estava de férias em Santa Catarina, parou no hotel para descansar antes de seguir viagem para Florianópolis. Quando sentiram o cheiro de fumaça e ouviram os gritos, desceram até o segundo andar, mas não conseguiram sair do hotel. Por isso, voltaram para o quarto, onde molharam algumas toalhas para se protegeram. Quando os bombeiros chegaram, pediram ajuda pela janela. A mãe conta que a filha desmaiou e acredita que tenha desmaiado também, já que não se lembra do resgate. O pai de Yasmin ficou em estado grave e foi internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão.

Cristina Miranda Schimitt era moradora de Gaspar e estava em Braço do Norte a passeio junto com o marido, Dionísio Schmitt. A família do casal informou que Dionísio está internado em observação no Hospital Santa Teresinha, mas passa bem. 

A última vítima, encontrada no banheiro do terceiro andar durante o rescaldo do prédio, foi Alexandre Frontino. O jovem de 32 anos era natural de São Ludgero, cidade vizinha. Conforme informações extraoficiais, ele morava no hotel e era professor do município. 

Leia também:

Três pessoas morrem em incêndio no Hotel Rech, em Braço do Norte

Motorista morre ao sair da BR-101 e cair 8 metros em São José

Motorista morre ao sair da BR-101 e cair 8 metros em São José

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFestival Internacional Dança em Trânsito chega a SC e apresenta espetáculos de cinco países https://t.co/Rb7E8PITuQhá 3 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJaraguá vence "clássico", e Concórdia vira líder do returno da Segundona https://t.co/se3RTT71DGhá 7 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros