Motoristas e cobradores de Blumenau decidem aderir à paralisação nacional na sexta-feira - Cidades - O Sol Diário
 
 

Protestos26/04/2017 | 17h17Atualizada em 26/04/2017 | 20h56

Motoristas e cobradores de Blumenau decidem aderir à paralisação nacional na sexta-feira

Transporte público na cidade vai parar por 24h em manifestação contra as reformas da Previdência e Trabalhista

Motoristas e cobradores de Blumenau decidem aderir à paralisação nacional na sexta-feira Francisco Fresard/Agencia RBS
Foto: Francisco Fresard / Agencia RBS

Motoristas e cobradores do transporte público de Blumenau decidiram em assembleia nesta quarta-feira aderir à paralisação nacional convocada por centrais sindicais para protestar contra as mudanças na legislação trabalhista e previdenciária.

Com isso, os ônibus da Piracicabana não devem circular durante 24h, a partir das 3h30min de sexta até as 3h30min de sábado.

Além do transporte público, outras categorias devem aderir à paralisação em Blumenau, como os bancários e alguns setores da prefeitura, como educação e saúde.


O Sol Diário
Busca