Prefeitura de Itajaí decreta situação de emergência após temporal - Cidades - O Sol Diário

Estragos26/04/2017 | 20h26Atualizada em 26/04/2017 | 20h26

Prefeitura de Itajaí decreta situação de emergência após temporal

Ventos chegaram a 110 Km/h na cidade

Prefeitura de Itajaí decreta situação de emergência após temporal Luis Carlos Souza/Arquivo pessoal
Foto: Luis Carlos Souza / Arquivo pessoal
Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina

A prefeitura de Itajaí decretou no final da tarde desta quinta-feira situação de emergência de nível 1 por conta do temporal que causou estragos e matou três pessoas no início da manhã.

De acordo com a administração municipal, a medida busca dar apoio às famílias e empresas afetadas pelos ventos de até 110 km/h, que poderão solicitar o FGTS e acionar seguros. A Defesa Civil e a secretaria de Desenvolvimento Social continuam prestando auxílio aos atingidos. Um mutirão de doações para as reconstruções será iniciado ainda nesta semana.

— Prestamos a nossa total solidariedade às famílias atingidas e lamentamos muito os três óbitos registrados. Conclamamos o apoio de toda a população de Itajaí para enfrentar este momento tão triste — afirmou o prefeito Volnei Morastoni. Ele sobrevoou as áreas atingidas durante o dia.

Os locais mais prejudicados foram o trecho entre os bairros Itapaiva e Fazenda. O relatório completo das ocorrências está sendo elaborado pela Defesa Civil, mas o balanço preliminar aponta 92 ruas afetadas, mais de cem casas destelhadas e registros de quedas de árvores e fiação elétrica.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Itajaí, Carmo Dias, o vendaval se formou na costa de Itajaí devido a uma área baixa pressão atmosférica associada a uma frente fria em deslocamento pelo litoral. ¿Historicamente, não há registros de ciclones sequenciais. Nossa equipe continua em alerta, mas não há previsão de uma ocorrência igual à registrada nesta quarta-feira¿, avalia.

Durante todo o dia, a Defesa Civil distribuiu lonas para cobrir as casas destelhadas e com o apoio do Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Obras, removeu as árvores caídas. Segundo informações dos Bombeiros Militares, as rajadas de vento atingiram até 110 km/h. Na estação meteorológica da Defesa Civil, que fica no bairro Cidade Nova, o registro foi de 70 km/h.


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCarga de concreto despenca do maior prédio do país em Balneário Camboriú https://t.co/V1SdKKXAlLhá 41 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTrump "declarou guerra ao nosso país", diz chanceler da Coreia do Norte https://t.co/Ig5FTqB4g0há 52 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros