Duas pessoas morrem em acidente de trânsito na SC-401 neste sábado - Cidades - O Sol Diário

Florianópolis06/05/2017 | 08h00Atualizada em 06/05/2017 | 18h50

Duas pessoas morrem em acidente de trânsito na SC-401 neste sábado

Motorista foi preso em flagrante após teste de bafômetro detectar presença de álcool

Duas pessoas morrem em acidente de trânsito na SC-401 neste sábado Naim Campos/Agência RBS
Carro envolvido em acidente no Norte da Ilha Foto: Naim Campos / Agência RBS

Duas mulheres morreram em um acidente de trânsito na SC-401, no Norte da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, neste sábado. A ocorrência foi registrada por volta das 5h30min no km 17,800 da rodovia, perto do cemitério Jardim da Paz, no sentido Centro. O motorista do carro foi preso em flagrante após teste de bafômetro detectar a presença de álcool em seu organismo. 

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), um Fiat Uno com placas de Florianópolis bateu na traseira de uma moto Biz 100, com placas de Foz do Iguaçu, no Paraná. As duas ocupantes da motocicleta morreram no local. A condutora da moto foi identificada como Solange Dutra Pereira, 34 anos. A caroneira era Rosymere Maria Matiolli Rodrigues, 37 anos.

Ambas trabalhavam na Maternidade Carmela Dutra, no Centro da Capital. Testemunhas relataram aos policiais que as vítimas estavam a caminho do trabalho quando foram atingidas pelo carro, segundo o G1. Solange deve ser velada no Rio Vermelho, em Florianópolis. Já o enterro de Rosymere deve ocorrer na Passagem do Maciambu, em Palhoça.

O motorista do carro, Pietro Gusen, de 25 anos, fez o teste de bafômetro, que deu positivo para presença de álcool no sangue, com 0,68 miligramas/litro (mg/l), o que configura como crime de trânsito, segundo a PMRv. O condutor foi preso em flagrante e encaminhado à 5ª Delegacia de Polícia na Capital, na Trindade. Junto com ele no carro, ainda segundo a PMRv, estavam a namorada do jovem e um amigo. Ninguém do veículo se feriu. 

O advogado de Pietro, Marcos Paulo Silva dos Santos, diz que o jovem é acadêmico do curso de engenharia de aquicultura da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Segundo o defensor do motorista, o local do acidente não possui iluminação pública e Pietro não viu a motocicleta.

— Ele ficou no local e prestou assistência. Foi uma fatalidade. É assim que a gente define o ocorrido. 

Pietro Gusen era o motorista do veículo que bateu em motocicleta na SC-401. Foto: Reprodução RBS TV

Audiência de custódia mantém prisão

Uma audiência de custódia foi realizada na tarde deste sábado e o juiz plantonista, Marcelo Volpato de Souza, decidiu converter a prisão em flagrante em preventiva. Isso significa que não há prazo para que Pietro deixe a prisão. A tendência é que ele seja encaminhado para o presídio da Agronômica. 

Nesse tipo de caso, é comum que acusado seja levado ao Tribunal do Júri. Caso isso se confirme, o juiz Marcelo Volpato de Souza, titular da Vara do Júri, também deverá conduzir o julgamento do caso. 

O advogado do Pietro disse que ainda não recebeu o laudo do acidente e vai apurar as informações precisas de como aconteceu a colisão. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária, atendimento seguiu até cerca de 7h30min, depois trânsito foi liberado na SC-401.

Moto depois do acidente Foto: Naim Campos / Agência RBS

Leia também:

Confira os cuidados necessários para evitar explosões com gás de cozinha

Acesso ao bairro Roçado, em São José, será alterado na BR-101

Entidades e Judiciário catarinenses criticam projeto de lei que altera as regras do trabalho rural

Cidades pequenas de Santa Catarina dependem da União para sobreviver




 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDupla é detida após assaltar padaria no Centro de Blumenau https://t.co/m4B5VLrb1Zhá 59 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPolícia Civil vai investigar agressão contra professora em Indaial https://t.co/fy5jBPvwxfhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros