Feirão da Caixa tem mais de 20 mil opções de imóveis nas principais cidades de Santa Catarina - Cidades - O Sol Diário
 
 

Habitação26/05/2017 | 05h57Atualizada em 26/05/2017 | 05h57

Feirão da Caixa tem mais de 20 mil opções de imóveis nas principais cidades de Santa Catarina

Evento abre nesta sexta em Blumenau, Chapecó, Florianópolis e Joinville com condições especiais de financiamento 

Feirão da Caixa tem mais de 20 mil opções de imóveis nas principais cidades de Santa Catarina Betina Humeres/DC
Foto: Betina Humeres / DC
Cristian Edel Weiss e Luan Martendal

cristian.weiss@diario.com.br;luan.martendal@an.com.br

São pelo menos 20 mil imóveis de R$ 100 mil a R$ 4 milhões em Santa Catarina. O Feirão Caixa da Casa Própria ocorre a partir desta sexta-feira em quatro cidades do Estado, com apartamentos e casas novos, na planta, usados e até salas comerciais. 

As formas de financiamento oferecidas pelas imobiliárias e construtoras também são variadas, por meio do programa Minha Casa Minha Vida ou com aplicação de recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Dependendo da renda do comprador, as taxas de juros variam de 4,5% ao ano a 13%.

Apenas na Grande Florianópolis, são quase 8 mil imóveis e 230 salas comerciais. Também estão disponíveis para consulta cerca de 100 imóveis usados, que já pertenciam à carteira de financiamentos da Caixa e estão sendo retomados pelo banco. 

Gerente regional da Caixa na área da construção, Genésio Fernandes da Silva afirma que as opções abrangem todas as faixas de renda, com possibilidade de financiar de 60% a 90%. Mas o ideal, para não se complicar com o financiamento – que pode ser estendido por até 300 meses –, é ter à disposição de 20% a 30% do valor total do imóvel. 

O feirão dá oportunidade de simular o financiamento, negociar diretamente com as empresas e iniciar o processo de compra. O cadastro é preenchido e o crédito é pré-aprovado na feira para aquisição do imóvel, mas a assinatura do contrato de financiamento deve ser feita ao longo da semana na agência da Caixa.

– Dá para fazer praticamente o serviço completo na feira. Se a pessoa levar os documentos de identidade, CPF, comprovante de residência e de renda, a gente já pode fazer a pré-aprovação do cadastro. Ela só não sai com a assinatura do contrato por uma questão operacional, mas já pode escolher o imóvel e sabe o quanto vai poder financiar – diz Genésio.

Em Joinville, serão mais de 5,5 mil moradias no feirão, que divide espaço com a Feira de Imóveis de Joinville. Um dos expositores é o diretor administrativo-financeiro da Anagê Imóveis, Rodrigo da Silva, que vai oferecer cerca de 2 mil opções nas feiras, com possibilidade de financiamento pela Caixa. O mais barato é um apartamento no bairro Vila Nova, que custa R$ 109.900. 

– Neste ano trabalhamos com a possibilidade de efetivar cerca de 30 vendas – aposta.

Em Chapecó e Blumenau, o Feirão da Caixa também ocorre paralelamente a outros eventos do setor. No Vale do Itajaí, a Fenahabit reúne cerca de 20 mil imóveis, de 54 cidades, com possibilidade de financiamento pela Caixa. No Oeste, é o Salão do Imóvel que oferece com o banco mais de 5 mil imóveis, entre terrenos, casas, geminados e apartamentos.

Leia também:
Feirão da Caixa terá cerca de 4 mil imóveis que podem ser financiados pelo Minha Casa Minha Vida

Feirão da Caixa e Feira de Imóveis de Joinville 2017 começam nesta sexta na Expoville  

Fenahabit começa hoje em Blumenau com foco no cliente

O Sol Diário
Busca