Governador vai pedir privatização do Aeroporto de Navegantes a Temer - Cidades - O Sol Diário

Economia02/05/2017 | 14h04Atualizada em 02/05/2017 | 14h04

Governador vai pedir privatização do Aeroporto de Navegantes a Temer

Movimento é encabeçado pelo projeto InovAmfri

Foto: Marcos Porto / Agencia RBS

O prefeito de Navegantes, Emílio Vieira (PSDB), enviou um ofício ao governador Raimundo Colombo (PSD) em que formaliza o pedido de intermediação do Governo do Estado junto ao governo federal, para inclusão do Aeroporto Ministro Victor Konder na nova rodada de concessões de aeroportos. O documento foi entregue por Paulo Bornhausen (PSB), que preside o Conselho Consultivo do projeto InovAmfri e responsável pela articulação.

O governador garantiu o apoio do Estado e se comprometeu a entregar o pedido em mãos ao presidente Michel Temer (PMDB), nesta quinta-feira. A ideia é que a concessão do Aeroporto de Navegantes seja feita nos moldes do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis.

No início de abril, Bornhausen já havia encaminhado consulta extraoficial ao ministro Moreira Franco sobre a possibilidade de concessão, e o ministro se mostrou receptivo. A ideia, no entanto, encontra resistência entre parte das lideranças em Navegantes.

Presidente da Associação Empresarial de Navegantes (Acin), Rinaldo Araújo defende a continuidade da parceria com a Infraero, que firmou no início do ano um convênio de R$ 150 milhões com a prefeitura para a retomada das desapropriações necessárias à ampliação da pista e do terminal de passageiros.

O presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira, também anunciou em janeiro a intenção de parceria privada para construção de um centro logístico intermodal, construção de um edifício-garagem e um hotel, todos em fase de elaboração de edital.

Araújo argumenta que um aeroporto do tamanho de Navegantes seria inviável para concessão total pelo alto custo das obras de ampliação, estimadas em mais de R$ 800 milhões.

Avianca

O Aeroporto de Navegantes fechou o primeiro trimestre com uma baixa de 17% no número de passageiros em relação ao ano passado _ uma consequência da redução no número de pousos e decolagens, que baixou 20%. A expectativa é que o início das operações da Avianca no terminal, a partir de 15 de maio, volte a alavancar as estatísticas. 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos espera desfecho no fim de ano para saber se fica no Figueirense https://t.co/9m8qKDwMdVhá 11 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense dizem que vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/nBuqVynGoXhá 14 horas Retweet
O Sol Diário
Busca