Inquérito deve confirmar se hotel atingido por incêndio no Sul de SC funcionava de forma irregular - Cidades - O Sol Diário

Braço do Norte02/05/2017 | 18h43Atualizada em 02/05/2017 | 18h43

Inquérito deve confirmar se hotel atingido por incêndio no Sul de SC funcionava de forma irregular

Bombeiros afirmam que atestado de funcionamento estava vencido, mas proprietário do estabelecimento diz que as obrigações estavam em dia

Inquérito deve confirmar se hotel atingido por incêndio no Sul de SC funcionava de forma irregular Guilherme Hahn/Especial
Foto: Guilherme Hahn / Especial
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Um inquérito recém-aberto pela Polícia Civil e um laudo que deverá ser concluído até o fim do mês pelo Instituto Geral de Perícias devem esclarecer se o hotel atingido por um incêndio na madrugada do último domingo, em Braço do Norte, funcionava de maneira irregular. Três pessoas morreram asfixiadas pela fumaça e outras sete ficaram feridas.

Segundo o comando dos Bombeiros Militares de Tubarão, que abrange a região de Braço do Norte, o atestado de funcionamento do Hotel Rech estava vencido desde março de 2016. O atestado, conforme o comando, faz parte dos documentos necessários para a emissão do alvará do município. Ainda de acordo com a corporação, caberia ao proprietário do estabelecimento solicitar a regularização dentro do prazo.As informações foram repassadas ao portal de notícias G1. 

O responsável pelo estabelecimento, Adriano Warmeling, no entanto, afirmou ao G1 que estava com as obrigações em dia. Como uma investigação já está em andamento na delegacia de Braço do Norte, a Polícia Civil da cidade solicitou a documentação aos bombeiros para confirmar eventuais irregularidades.

Apesar de apontarem que o atestado de funcionamento estava vencido, os bombeiros certificaram que o sistema de segurança estava instalado corretamente e funcionava na hora do incêndio. O que deu origem ao fogo e outras circunstâncias que possam ter dificultado o socorro às vítimas, como a ausência de saídas de emergência na edificação, são pontos que deverão ser esclarecidos no laudo do IGP. 

O mesmo laudo é considerado peça-chave na elaboração do inquérito policial, que pode descartar ou não se houve indício de crime no incêndio e ainda apurar responsabilidades. Conforme relatos dos sobreviventes, o fogo teve início na lanchonete do térreo e fez com que a fumaça alcançasse os andares superiores do prédio, que era ocupado por oito hóspedes do Hotel Rech na noite de sábado para domingo.

Leia também

"As vítimas foram intoxicadas pela fumaça", conta bombeiro que ajudou a apagar o fogo em hotel de Braço do Norte

Incêndio em Braço do Norte: duas vítimas eram turistas e uma morava no hotel

Três pessoas morrem em incêndio no Hotel Rech, em Braço do Norte

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBriga de trânsito termina em acidente com quatro veículos no Centro de Blumenau https://t.co/HGDNbCTOcWhá 14 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAcidente deixa duas pessoas feridas na Rua Bahia em Blumenau https://t.co/kGqcvnpaT1há 33 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros