Jovem de Santa Catarina tem mão mutilada após explosão durante manifestação em Brasília - Cidades - O Sol Diário
 
 

Fatalidade24/05/2017 | 18h38Atualizada em 25/05/2017 | 08h49

Jovem de Santa Catarina tem mão mutilada após explosão durante manifestação em Brasília

Estudante de Araranguá, no Sul do Estado, teria perdido três dedos e foi levado para atendimento médico

Jovem de Santa Catarina tem mão mutilada após explosão durante manifestação em Brasília Correio Braziliense/Correio Braziliense
Foto: Correio Braziliense / Correio Braziliense

Um jovem catarinense perdeu três dedos da mão após uma explosão durante a manifestação contra o governo Temer nesta quarta-feira em Brasília. De acordo com informações repassadas pela assessoria do Hospital de Base de Brasília, ele foi identificado como Vitor Rodrigues Fregulia, de 21 anos. Até as 19h30min desta quarta-feira, Vitor seguia em cirurgia. A unidade não soube repassar qual a previsão para o fim do procedimento, nem detalhes do estado de saúde do jovem.

Vitor é estudante do Instituto Federal (IFSC) de Araranguá, no Sul de Santa Catarina, e foi para a Capital Federal junto com uma caravana. Conforme informações repassadas pela assessoria da Central Única dos Trabalhadores de SC (CUT-SC), que está em Brasília, outros 15 estudantes da cidade viajaram junto. 

Nas redes sociais e jornais locais de Brasília, os relatos dizem que Victor teria perdido parte da mão ao acender um rojão. No entanto, a assessoria da CUT-SC relatou que, durante a manifestação em frente do Congresso, bombas foram jogadas pela polícia no gramado onde as pessoas estavam. Victor se feriu ao pegar uma dessas bombas, que explodiu em sua mão. 

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal emitiu um comunicado sobre as ocorrências no protesto desta quarta-feira por volta das 19h30min. No documento, há relatos de ao menos 49 pessoas feridas durante o ato. Oito eram policiais e 41 participantes da manifestação. Ao menos sete pessoas foram detidas. 

Leia também:
Novo protesto pede a renúncia de Temer e o fim das reformas em Florianópolis

Caravana de 30 ônibus saiu de SC rumo a Brasília para manifestação desta quarta-feira

O Sol Diário
Busca