Chuva em SC: confira o número de pessoas atingidas, escolas sem aula, situação dos rios e barragens - Cidades - O Sol Diário

Monitoramento09/06/2017 | 20h08Atualizada em 10/06/2017 | 09h31

Chuva em SC: confira o número de pessoas atingidas, escolas sem aula, situação dos rios e barragens

Quase 100 cidades registraram ocorrências e mais de 31 mil pessoas foram afetadas

Chuva em SC: confira o número de pessoas atingidas, escolas sem aula, situação dos rios e barragens Diorgenes Pandini/DC
Depois de cinco dias de chuva, a sexta-feira foi de tempo seco, com chuvas pontuais Foto: Diorgenes Pandini / DC
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Com a chegada de uma massa de ar polar, a sexta-feira foi em boa parte de tempo seco em Santa Catarina. Com pouca chuva, o nível de rios baixa em SC e representa um alívio para as regiões da Serra e do Vale do Itajaí, as mais atingidas. Moradores de Rio do Sul e Lages já podem voltar para casa e aos poucos somam os prejuízos e começam a retomada. 

O avanço de uma nova frente fria, que causou estragos no Oeste e Sul de SC nesta quinta-feira, já se afastou do Estado, dando lugar a uma massa de ar polar, que trouxe frio intenso para todas as regiões, além de neve na Serra

Pelo menos 31.809 catarinenses foram atingidos pela frente fria em Santa Catarina. O Estado contabiliza 99 municípios atingidos, com 9,1 mil residências impactadas. No total, são 21.631 desalojados em casas de parentes e amigos e 2.338 em abrigos públicos. As cidades com mais desabrigados seguem sendo Rio do Sul, Lages e Lontras, com 750, 406 e 255 desabrigados, respectivamente. Com previsão de um fim de semana de sol e frio, a expectativa é de um cenário mais favorável daqui para frente. 

Na segunda-feira, o governador Raimundo Colombo recebe o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, em Lages, para tratar de apoio aos municípios catarinenses atingidos pelas chuvas dos últimos dias. O ministro e comitiva sobrevoarão as áreas atendidas.

Desde o último domingo, 45 deslizamentos de terra foram contabilizados pela Defesa Civil em Santa Catarina. Essa é a ocorrência mais registrada pelo órgão estadual. O registro de vendaval também subiu para sete, consequência dos fortes ventos de quinta-feira.

Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra

Escolas

Os alunos, aos poucos, retornam às aulas em algumas cidades. Mais de 89 mil alunos chegaram a ficar sem aulas em 186 escolas, porém a última informação da Secretaria de Educação é que 45 escolas permanecem fechadas. Um novo balanço deve ser realizado na tarde desta sexta-feira.

A Secretaria de Educação de SC pede que os pais façam contato com as escolas para mais informações sobre o andamento das aulas. As escolas que tiveram suas aulas canceladas farão a reposição, em novo calendário a ser definido pela Gerência Regional de Educação e as escolas. 

Volume de chuva e nível dos rios

Desde a tarde de terça-feira, os principais rios de Santa Catarina começaram a registrar redução dos níveis, segundo a Epagri/Ciram. Quatro rios seguem em situação de emergência de acordo com o monitoramento da Defesa Civil, mas apenas um deles, o rio Canoas em Otacílio Costa, continua com o nível subindo. 

O rio Itajaí do Sul em Ituporanga está em condição de alerta e também continua subindo, assim como o Rio Canoinhas, na cidade de mesmo nome. O rio Itajaí-Açu, em Blumenau, considerado nível de atenção para enchentes, também está subindo. Já o rio Uruguai, em Itapiranga  que subia até a manhã desta sexta-feira, começou a baixar, segundo o levantamento divulgado pela Defesa Civil.

Foto: Defesa Civil

Nas últimas 24 horas, os acumulados de chuva foram os menores desde domingo, com as volumes mais significativos em Braço do Norte (10 milímetros), e nove milímetros em Araranguá, Campo Belo do Sul e Campos Novos. Já em Lages choveu 7 milímetros e em Rio do Sul, apenas um milímetro. 

Barragens

Segundo a Defesa Civil, as barragens do Alto Vale estão desempenhando papel fundamental na prevenção de enchentes. Às 18h desta quinta-feira, a barragem Vale Sul, de Ituporanga, estava bem cheia (99%), mas sem verter água e com todas as comportas abertas. A barragem Vale Oeste, de Taió, teve redução do reservatório para 66% e opera com quatro das sete comportas abertas. Em José Boiteux, a barragem voltou a operar na noite de segunda-feira, após três anos depois de negociações entre o governo do Estado e indígenas, e está com 14% do reservatório ocupado e opera com todas comportas abertas.

Confira a cobertura das chuvas em Santa Catarina

Últimas notícias

Estado tem mais de 16 mil unidades consumidoras sem energia devido à forte chuva e vendaval

Rajadas de vento causam danos materiais em cidades do Sul do Estado

Duas pessoas são atingidas por raio no Oeste catarinense

Veja as rodovias que ainda permanecem bloqueadas por causa da chuva

Cidades atingidas

Lages: Veja a mobilização dos moradores de Lages para retomar a rotina após a semana de enchente

Rio do Oeste: Cidade do Alto Vale segue com ruas alagadas

Três Barras: Cidade ativa plano de contingência para a prevenção de alagamentos

Blumenau: Nível do rio Itajaí-Açu fica abaixo de seis metros e cidade sai do estado de alerta

Rio do Sul: Água segue baixando e serviços devem na quinta-feira

São Miguel do Oeste: SC registra queda de granizo e rajadas de vento de até 104 km/h 

Como agir

Saiba como agir em caso de enchentes e alagamentos

Como evitar doenças em enchentes e alagamentos

Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra

Como realizar doações para os atingidos pela chuva em SC


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCeleiro de promessas do esporte, Joguinhos Abertos começam neste sábado em Caçador https://t.co/GNrWIuxFaphá 29 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAvaí tem apenas uma troca na escalação para encarar o Cruzeiro https://t.co/X3omH2MnyFhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros