Duas baleias-francas são vistas no Sul de SC nesta segunda-feira - Cidades - O Sol Diário

Meio ambiente26/06/2017 | 19h22Atualizada em 26/06/2017 | 19h22

Duas baleias-francas são vistas no Sul de SC nesta segunda-feira

Segundo o Instituto Baleia Franca, são as primeiras avistadas neste ano no Estado

Duas baleias-francas são vistas no Sul de SC nesta segunda-feira Enrique Litman/Divulgação
Pelas características seria uma fêmea e um macho Foto: Enrique Litman / Divulgação

Duas baleias-francas foram vistas na Praia do Rosa, em Imbituba, nesta segunda-feira. O presidente do Instituto Baleia Franca, Enrique Litman, diz que avistou a dupla que estava a uns 200 metros da praia por volta do meio-dia. Segundo a ONG, neste ano ainda não havia sido registrada a presença do mamífero em águas catarinenses. 

— Estavam fazendo movimentos de acasalamento. Elas estão chegando e aos poucos vão começar a aparecer por todos os lados — acredita Litman. 

A bióloga do Instituto Baleia Franca, Milene Novais, explica que pelas características a probabilidade é que fosse uma fêmea adulta e um macho. Ela lembra que a temporada reprodutiva desses animais é de julho e novembro, época em que costumam ser vistos por Santa Catarina:

— Elas vêm para o Estado acasalar, ter e amamentar seus filhotes. Esperamos que este ano venham mais baleias, porque em 2016, com o El Niño, vieram menos baleias. Quando tem o fenômeno o krill, pequeno camarão que serve de alimento para as baleias, não se reproduz e assim elas não migram.

Algumas fotos desta segunda-feira Foto: Enrique Litman / Divulgação

Turismo de observação de baleias

O turismo embarcado para observação de baleias está suspenso desde maio de 2013 no Estado por determinação judicial, porém nesta temporada pode voltar a funcionar, só depende do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Dois passos ainda são necessários para regulamentar a atividade e atender às determinações da Justiça Federal: a publicação da portaria estabelecendo as regras para o transporte de turistas próximo aos animais e a pesquisa que avaliará o impacto do serviço às espécies.

Segundo Cecil Barros, chefe da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, a portaria ainda não foi publicada e nem há previsão. Já a pesquisa dos impactos foi iniciada. Em meados de junho, pesquisadores da Udesc, acompanhados de integrantes do Projeto Baleia Franca e do ICMBio, testaram equipamentos que serão usados na pesquisa e caracterizam o nível de ruídos subaquáticos, que são produzidos por embarcações e se tratam de um dos parâmetros mais nocivos às baleias. 

A pesquisa levará três anos e consiste em três etapas. Na primeira,os pesquisadores farão manobras pra simular situações reais, como acelerar a embarcação para medir o nível de ruído. Depois de confirmar quais embarcações não causam reações negativas às baleias, os pesquisadores avaliarão se os animais alteram o comportamento, mudam o intervalo respiratório e se aproximam ou se afastam quando entram em contato com os barcos. A partir disso, determinarão qual seria a distância ideal das embarcações em relação às baleias. Na última etapa, serão discutidas questões relacionadas à gestão, por exemplo, da existência de hidrovias para as embarcações se deslocarem.


Leia também:

Liberação do turismo de observação de baleias depende de publicação de regras e pesquisa de impacto 

"APA da Baleia Franca foi criada para preservar um berçário, e não para regulamentar a exploração", diz Luiz Antônio Faraoni, da Sea Shepherd Brasil

Número de baleias-francas no litoral de Santa Catarina foi quase 40% menor em 2016 do que em 2015

Operadoras se preparam para retomada do turismo embarcado de observação de baleias

Justiça libera turismo embarcado de baleias no litoral catarinense

MPF dá parecer favorável ao turismo embarcado de observação de baleias em Santa Catarina

Baleias-francas começam a chegar ao litoral de Santa Catarina

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioIncêndios no Rio Vermelho e Moçambique são controlados, mas áreas ainda exigem atenção https://t.co/iPphkmqD72há 15 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJoinville e Florianópolis fazem a final do basquete em cadeira de rodas https://t.co/zIdKUhhpBkhá 15 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros