Florianópolis e Joinville são as cidades que mais registraram morte por gripe A neste ano em SC - Cidades - O Sol Diário
 
 

Saúde22/06/2017 | 19h06Atualizada em 22/06/2017 | 19h06

Florianópolis e Joinville são as cidades que mais registraram morte por gripe A neste ano em SC

Cada uma teve três mortes pela doença; no total Estado soma 24 óbitos

Florianópolis e Joinville são as cidades que mais registraram morte por gripe A neste ano em SC Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O número de mortes por gripe A sobe a cada semana em Santa Catarina. Na última semana, foram registrados mais três óbitos no Estado, que já soma 24 mortes. Florianópolis e Joinville são as cidades que concentram o maior número, três vítimas em cada uma. Todas as mortes foram causadas pelo subtipo do influenza A, o H3N2. A gripe também já causou 177 internações hospitalares em SC, sendo 160 pelo H3N2, uma pelo H1N1 e 14 pelo influenza B. Dois casos ainda estão em investigação do subtipo. 

Além de Joinville e Florianópolis, os municípios de Caçador, Jaraguá do Sul e Lages registraram dois casos cada. Já Águas Mornas, Araranguá, Blumenau, Brusque, Catanduva, Concórdia, Jaguaruna, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São José, São Miguel do Oeste e Santa Rosa de Lima tiveram um caso cada.

Em relação à faixa etária, 66,7% dos óbitos acometeram pessoas acima dos 50 anos de idade. Além disso, dos 24 óbitos por influenza, dezenove (79,2%) apresentaram algum fator de risco para agravamento (idosos, obesos e doentes crônicos). Das vítimas, 15 fizeram uso de oseltamivir em média quatro dias após o início dos sintomas, sendo que o recomendado é começar o tratamento em até 48 horas.

Segundo relatório desta quinta-feira da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), o perfil de casos e óbitos em 2017 indica, até o momento, a circulação maior do vírus influenza A H3N2, acometendo idosos e adultos com comorbidades (doentes crônicos e obesos).  

De olho na prevenção

É importante lavar as mãos com frequência e evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas. Também é necessário manter superfícies e objetos que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos, limpos com álcool, e não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres. Se estiver gripado, cubra a boca e o nariz com um lenço quando tossir ou espirrar ou use o antebraço. Evite sair de casa quando tiver gripado. 

Leia também:

Sobe para 21 o número de mortes por gripe A em Santa Catarina

Jaraguá do Sul registra segunda morte por Gripe A

Vacinação contra a gripe continua enquanto durarem os estoques em SC

Vacinação contra a gripe será liberada para toda a população a partir de segunda-feira  

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada em SC

SC soma 11 mortes e 88 casos graves de gripe A neste ano  

Itajaí tem baixa vacinação contra a gripe A entre grupos de risco

Blumenau alcança 76% da meta de vacinação contra a gripe

Mais de 115 mil catarinenses se vacinam no Dia D contra a gripe


O Sol Diário
Busca