Posto de saúde é construído com portas a mais de 5 metros de altura em Biguaçu - Cidades - O Sol Diário

Acessibilidade02/06/2017 | 08h10Atualizada em 02/06/2017 | 08h10

Posto de saúde é construído com portas a mais de 5 metros de altura em Biguaçu

Prefeito admite que prédio parece estranho, mas explica que projeto previu a instalação de elevador

Posto de saúde é construído com portas a mais de 5 metros de altura em Biguaçu Diorgenes Pandini/Agencia RBS
Prédio deveria ter sido entregue em dezembro de 2014 Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Já virou motivo de piada entre os moradores do Prado, em Biguaçu: a unidade de saúde do bairro foi construída sem acessibilidade para pacientes, médicos ou qualquer tipo de pessoa. Isso porque as portas para entrar no prédio estão a mais de cinco metros de altura.

A unidade de saúde da comunidade do Prado fica num terreno acidentado na Rua 13 de Maio, ao lado da escola Donato Alipio de Campos, a 5 km do Centro da cidade. O prédio começou a ser erguido em junho de 2014. Deveria ter sido entregue em dezembro daquele ano. O custo da obra, R$ 517.616,79, é oriundo do Governo Federal. No entanto, atraso de repasses e a condição do solo, formado por rochas, fizeram a obra atrasar e aumentar o custo em R$ 42 mil. Em setembro do ano passado, o trabalho parou.

Nesse tempo, o prédio sofreu depredação. O vidro das portas - lá em cima – foi quebrado, e algumas paredes estão com rachaduras. Professores da escola também reclamaram que a a obra pegou a trilha ecológica dos alunos.

O comerciante Gabriel Hoepers de Souza, 25 anos, tem uma loja em frente ao futuro posto de saúde. Ele conta que, sentado no balcão, consegue observar de vez em quando algumas pedras rolarem por conta da erosão. Segundo o jovem, no local havia uma nascente, e em dias de forte chuva a rua fica tomada pelo barro. Fora que a população segue aguardando o serviço de saúde.

— Quem precisa de atendimento aqui tem que ir até o Centro. E o nosso bairro é carente, muita gente não tem carro e temos muitos idosos. Já estamos há seis anos sem posto, desde que o último foi fechado — reclama.

Moradora do Prado imaginando como fazer para acessar o posto Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Prefeito promete entregar obra neste ano

A prefeitura destaca que a unidade de saúde do Prado irá beneficiar os 7.091 moradores do bairro cadastrados em duas equipes de saúde da família, além de desafogar o posto do Centro. O município ainda busca no Ministério da Saúde a habilitação de mais uma equipe para atender na unidade, que segundo o prefeito Ramon Wollinger (PSD) deve inaugurada ainda neste ano.

Conforme Ramon, apesar de estranho, o projeto original já previa a instalação de um elevador, que inclusive já foi comprado. Junto com demais equipamentos e mobiliário. O prefeito explica que aquele era o único terreno disponível.

— Hoje está esquisito. A porta está flutuando, mas a fachada vai mudar. No dia 7 de junho será aberta a licitação para a construção do elevador. E além do elevador, haverá também uma escadaria. O bairro é numa região de morros, e por isso infelizmente a obra teve de ser desse modo.

Ramon argumenta que para o posto ser acessível a cadeirantes, idosos e demais pessoas com necessidades especiais, o elevador foi a melhor solução, pois uma rampa ficaria muito íngreme. O prefeito diz ainda que a que o elevador e a escadaria serão instalados sem custos para o Município, pois o recurso virá por meio da compensação de uma empresa que construiu um empreendimento imobiliário próximo do posto.

Apesar de admitir que o acesso é ruim, Ramon Wollinger destaca que a localização é boa e pretende inaugurar o local ainda em 2017.

— Não adianta olhar para trás e achar culpado. Eu fui eleito para achar a solução. Esse atraso está causando desconforto na população, mas eu sou o biguaçuense mais chateado com aquela obra parada. Eu quero inaugurar esse posto até o final do ano.

Veja todas as notícias sobre Biguaçu na Hora de Santa Catarina

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioUdesc apresenta acervo da ditadura em Santa Catarina nesta terça-feira https://t.co/x7rLNZySwOhá 35 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMotorista morre em acidente entre dois caminhões na BR-101, em Itajaí https://t.co/cH50q85wFDhá 35 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros