Procissão de Corpus Christi envolve comunidade no Centro de Blumenau - Cidades - O Sol Diário

Religiosidade15/06/2017 | 12h33Atualizada em 15/06/2017 | 15h17

Procissão de Corpus Christi envolve comunidade no Centro de Blumenau

Católicos participaram da missa e em seguida passaram pelo tapete feito por fiéis nas ruas centrais

Procissão de Corpus Christi envolve comunidade no Centro de Blumenau Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Os fiéis despertaram cedo, por volta das 4h30min desta quinta-feira já estavam preparando o tapete que guia a procissão de Corpus Christi, da Catedral São Paulo Apóstolo, no Centro de Blumenau. Margrid Eger, 58 anos, ficou responsável pelo último trecho que o Bispo Dom Rafael Biernaski faria antes de retornar ao altar levando o Cristo Eucarístico e a comunidade que o acompanhou durante todo o percurso.

:: Confira o que abre e o que fecha durante o feriado
:: Acompanhe a programação religiosa de Corpus Christi em Blumenau

Enquanto arrumava os últimos detalhes, movimentando alguns balões vermelhos que estavam cuidadosamente colocados ao lado do tapete com a imagem de Maria, mãe de Jesus, ela contou que já perdeu a conta de quantas vezes participou do rito católico. Com olhos marejados e um sorriso orgulhoso do trabalho feito no local, Margrid disse que tudo só foi possível por conta do envolvimento da comunidade. Ela e outras 25 pessoas da Capela São Francisco de Assis tiveram um mês para planejar o que fariam e foi usando rosas, balões, flores, serragem, TNT, sal grosso e fubá que conseguiram cumprir a tarefa.

— No Ano Mariano (em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no rio Paraíba do Sul) resolvemos fazer uma homenagem para Maria. Fazemos isso por amor a Jesus Cristo, mas saber que as pessoas se encantam e gostam do trabalho também é recompensador — comentou ansiosa, antes do início da procissão que começou por volta das 10h15min.

Fé que move pessoas

A igreja estava lotada durante a missa das 9h e alguns fiéis chegaram a acompanhar a celebração do lado de fora. Por opção Irmgard da Silva era uma delas. Sentada em uma cadeira colocada na entrada principal da catedral ela acompanhou tudo ao lado da filha, Sueli Maria da Silva, 59 anos. Nem mesmo a cirurgia cardíaca feita há poucos meses, nem mesmo a bronquite e nem mesmo as oito décadas que a acompanham fizeram com que ela ficasse em casa nesta quinta-feira. 

Ela preferiu ficar aqui fora, um local mais arejado, por conta da bronquite. Ainda está se recuperando, mas jamais deixaria de vir. Quando eu era pequena cheguei a participar da confecção dos tapetes e a cada ano revezo com o meu irmão para que ela venha — conta Sueli que motivada pela fé da mãe foi levada para a igreja desde cedo.

Sorridentes, mãe e filha acompanharam a programação religiosa em Blumenau Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Ativa, Irmgard faz hidroginástica, viaja para o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, uma vez por ano e faz questão de acompanhar todas as novenas Desatadoras de Nós, celebradas pelo Padre João Bachmann. E nesta quinta-feira também fez questão de acompanhar a procissão pelas ruas centrais de Blumenau. 

— Não dá para ficar parada — finaliza dando o exemplo aos mais jovens.

Confira o vídeo da procissão de Corpus Christi:

Trânsito liberado

O trânsito nas ruas Padre Jacobs, Curt Hering, Paul Hering e XV de Novembro (entre a Paul Hering e a Catedral) ficou interditado a partir das 5h desta quinta-feira, mas foi liberado pela Guarda Municipal após o trabalho de limpeza.


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCeleiro de promessas do esporte, Joguinhos Abertos começam neste sábado em Caçador https://t.co/GNrWIuxFaphá 29 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAvaí tem apenas uma troca na escalação para encarar o Cruzeiro https://t.co/X3omH2MnyFhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros