Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra - Cidades - O Sol Diário

Chuva em SC06/06/2017 | 14h52Atualizada em 06/06/2017 | 15h32

Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra

Comum em época de precipitação intensa por conta do solo encharcado, essa é a ocorrência que requer mais cuidados por envolver risco de morte

Saiba identificar e o que fazer em caso de deslizamento de terra Salmo Duarte/Agencia RBS
Na Estrada dos Suíços, no bairro Costa e Silva, em Joinville, houve deslizamento de terra sem vítimas nesta terça-feira Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

De todas as ocorrências relacionadas às chuvas em Santa Catarina, o deslizamento de terra é aquela que mais preocupa as autoridades e, claro, a população atingida. Isso acontece porque tal tipo de evento, que acontece quando o solo está encharcado, envolve risco de morte. Por isso, a Defesa Civil do Estado faz questão de, literalmente, alarmar os habitantes de municípios afetados.

— As inundações não causam tantas vítimas com morte quanto os deslizamentos. E também porque eles são reativos e são rápidos — comprova o secretário do órgão estadual, Rodrigo Moratelli. 

Nesse sentido, é necessário saber identificar a possibilidade de ocorrer um deslizamento de terra. Confirmado o evento, também é preciso ter conhecimento sobre como agir. Veja as recomendações da Defesa Civil de SC:

1) Observe o terreno de sua residência

Se você vive em área de encosta, com aterro ou pórtico nos fundos, é importante sair de casa para observar as condições do terreno do entorno. Perceba se o espaço tem diminuído. Tente comparar a situação atual com uma foto de algum tempo atrás, quando as chuvas não persistiam. É necessária atenção redobrada, se houver diferença entre uma imagem e outra.

2) Cheque se há estruturas inclinadas

Ainda do lado de fora de casa, tente identificar a condição de árvores e postes de energia elétrica, por exemplo. Uma possível inclinação dessas estruturas pode identificar que o seu terreno está em perigo. Lembre-se: é fundamental que eles permaneçam em posição ereta. 

3) Verifique a condição de riachos do entorno

Tente chegar até um córrego ou riacho que corra próximo de onde você mora e confira a coloração da água. Se o líquido estiver muito misturado ao barro, é sinal de que um deslizamento de terra pode ter ocorrido nas redondezas. 

4) Procure por rachaduras

Volte para dentro de casa e preste atenção nas paredes. Caso você encontre alguma rachadura que não conhecia, é preciso ficar atento. É provável que a estrutura da construção tenha se movimentado e, pior, pode continuar se movendo. 

5) Tenha a avaliação de um especialista

Se você tiver observado alguma situação anormal em algum dos quatro passos anteriores, procure ajude especializada. Pelo telefone, chame a Defesa Civil (199), o Corpo de Bombeiros (193), a Polícia Militar (190) ou a prefeitura para atestar a condição de sua residência. Somente especialistas vão poder informar se é preciso sair de casa — e aí, então, procurar um abrigo público ou hospedar-se na casa de amigos e familiares — ou permanecer.

Leia também:
Confira a cobertura das chuvas em Santa Catarina

Chuva em SC: confira o número de pessoas atingidas, escolas sem aula, situação dos rios e barragens

Sobe para 27,6 mil o número de pessoas afetadas pela chuva em 89 cidades de Santa Catarina

Com a situação mais crítica da Serra, Lages tem 12 bairros afetados e 270 pessoas desabrigadas pelas cheias

Deslizamento de terra interdita a rua dos Suíços em Joinville

Defesa Civil monitora situação dos rios no Planalto Norte de SC

"Barragens cumpriram um papel importante", diz Colombo em reunião com Defesa Civil 

Em Blumenau, rio atinge 8,39 metros na 9ª medição consecutiva com elevação do nível

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioApós impasse, obra do Contorno Viário segue paralisada em dois trechos na Grande Florianópolis https://t.co/hieTFPIKDShá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioReunião pública irá tratar questão dos animais de grande porte abandonados em São José https://t.co/JW0iIneFNHhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros