Furb abre inscrições para o primeiro curso de graduação de Dança em Santa Catarina - Cidades - O Sol Diário

Universidade18/07/2017 | 07h31Atualizada em 18/07/2017 | 07h31

Furb abre inscrições para o primeiro curso de graduação de Dança em Santa Catarina

A licenciatura será ofertada pela em Blumenau e as inscrições estão abertas até dia 4 de agosto

Furb abre inscrições para o primeiro curso de graduação de Dança em Santa Catarina Lucas Correia/Agência RBS
O coordenador Marco Aurélio da Cruz Souza cita que licenciatura irá preparar os profissionais para atuar em diversas frentes  Foto: Lucas Correia / Agência RBS

A dança é uma das mais antigas formas de arte e expressão reconhecidas, tanto quanto a música — da qual é indissociável — ou o teatro. Atravessou eras, se tornou ofício e produziu grandes talentos mundo afora. Mas até agora não tinha em Santa Catarina, que tem tradição na área, uma graduação que pudesse formar profissionais especializados. O verbo é no passado porque a partir de agosto Blumenau será a sede do primeiro curso de nível superior em dança do Estado.

A licenciatura será ofertada pela Furb e as inscrições estão abertas até 4 de agosto. O primeiro processo seletivo será por análise do histórico escolar, já que não houve tempo hábil para incluir a modalidade no vestibular. A partir do próximo semestre o curso passa a integrar a seleção tradicional para o acesso.

:: Confira outras notícias de Lazer e Cultura

Pleiteado há muitos anos pela classe artística catarinense, já que o Estado sedia um dos maiores festivais de dança do país, o curso vai atender a uma demanda reprimida que acabava buscando formação em outros campos ou mesmo fora de Santa Catarina. Além disso, já foi concebido com o objetivo de formar profissionais para atender uma nova exigência, explica o coordenador Marco Aurélio da Cruz Souza:

— No ano passado foi sancionada uma lei em que o teatro e a dança agora são obrigatórios (nas escolas), mas isso ainda não aconteceu porque tem que ter formação. Então nós vamos conseguir participar desse processo e foi por isso que optamos por fazer uma licenciatura em vez de um bacharelado.

Quem acredita, alcança

Só o anúncio do curso, antes mesmo do prazo de inscrição ser aberto, já causou uma grande expectativa na classe artística. Este é o caso de Roberta Prado Guimarães, 37 anos, de Balneário Camboriú, que trabalha com dança há 20, mas se especializou por meio de cursos livres e buscou a graduação em outras áreas. Formada em Pedagogia, cursou cinco períodos de Fisioterapia e um de Tecnologia da Informação, mas atua mesmo como bailarina, coreógrafa e professora de dança. Agora quer entrar na seleção e garantir uma vaga na licenciatura em dança da universidade blumenauense.

:: Festival de Dança de Joinville e mais eventos da semana

— Quando saí do ensino médio eu já sabia que gostaria de trabalhar com isso, mas não tinha o curso, e ele é importante porque é onde você vai buscar coisas novas, se aperfeiçoar. E esse começo vai ser muito interessante, porque as pessoas vão fazer esse caminho inverso: muita gente vai vir da profissão para o curso, o que também vai dar uma nova perspectiva.

A novidade não entusiasmou apenas quem pretende ocupar as cadeiras do curso, mas também os especialistas da área. Eles entendem que a graduação vai impulsionar ainda mais o setor na região e fazer com que os trabalhadores da dança sejam encarados com mais seriedade, como avalia a diretora da Pró-Dança, a escola de dança do Teatro Carlos Gomes, Bruna Georgi. Para ela, o curso preenche uma lacuna importante na formação de artistas e vai fazer com que a região possa reter mais talentos.

— Esta é a minha grande esperança. Acho que já caminhamos muito, tem uma liberdade maior e os profissionais da dança são mais reconhecidos. As pessoas entendem (a dança) como vida, como profissão e inclusive como formação de seres humanos, e espero que reconheçam cada vez mais — reflete.

Foto: Reprodução

Comissão começou no ano passado

O professor e coordenador da licenciatura em Dança da Furb Marco Aurélio da Cruz Souza explica que a concepção das aulas foi feita em menos de um ano. O curso vai integrar a grade do Centro de Ciências da Educação, Artes e Letras (Cceal) da instituição e, apesar de ser uma licenciatura, ou seja, ter foco na preparação de educadores, o objetivo é formar um professor-artista-pesquisador, para atuar em diversas frentes:

Ele vai conseguir trabalhar em escolas de dança, tanto que teremos um estágio fora do âmbito educacional: vai trabalhar numa academia, associação de dança, e também como pesquisador. Nesse sentido vamos ter disciplinas que vão ajudá-los a criar projetos tanto acadêmicos, quanto artísticos.

O que ajudou a agilizar a criação do curso também foi o fato de a universidade já possuir estrutura para atender às necessidades das disciplinas. O espaço será compartilhado com o curso de Teatro, que possui salas de música, dança e camarins.

:: Leia mais notícias de Blumenau e região em santa.com.br

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos espera desfecho no fim de ano para saber se fica no Figueirense https://t.co/9m8qKDwMdVhá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense dizem que vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/nBuqVynGoXhá 5 horas Retweet
O Sol Diário
Busca