Normalização de prazo de entrega de passaportes em Joinville deve ocorrer em um mês - Cidades - O Sol Diário

Documento oficial24/07/2017 | 12h10Atualizada em 24/07/2017 | 12h11

Normalização de prazo de entrega de passaportes em Joinville deve ocorrer em um mês

Cidade recebeu último lote de documentos em 26 de junho. Expectativa é de que entrega do documento volte a levar sete dias em até cinco semanas

Normalização de prazo de entrega de passaportes em Joinville deve ocorrer em um mês Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Diário Catarinense
Diário Catarinense

A Casa da Moeda anunciou nesta segunda-feira, 24, a retomada da confecção de passaportes após o serviço ter ficado quase um mês suspenso.  Em Joinville, o último lote vindo da Casa da Moeda foi entregue no dia 26 de junho, há quase um mês.

Leia as últimas notícias

Desde então, as entrevistas para solicitação do documento estão acontecendo normalmente, mas sem informações sobre quando o passaporte será entregue. Durante o mês sem emissão de documentos, apenas solicitações feitas por ordem judicial foram atendidas. Os demais pedidos feitos ao longo do último mês ainda não têm prazo para serem atendidos. A expectativa da Polícia Federal na cidade é de que a situação seja normalizada em entre quatro e cinco semanas, quando os documentos devem voltar a demorar sete dias para chegar.

- Não sabemos se vamos receber todos os atrasados em um mesmo lote ou em partes. Por enquanto, não temos como dar um prazo de entrega - explicou um atendente. 

A Polícia Federal de Joinville informou ainda que entrevistas para solicitação do documento estão sendo marcadas para setembro, salvo exceções, quando são abertas vagas de desistentes. 

Recursos

A retomada da emissão de passaportes acontece porque, na sexta-feira, 21, a Polícia Federal (PF) recebeu, do Ministério do Planejamento, o repasse de R$ 102,3 milhões para as atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem.

Com o dinheiro, a PF volta a encomendar as cadernetas que são fabricadas pela Casa da Moeda, que promete trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana até zerar os pedidos e regularizar a emissão do documento.

A emissão regular do documento foi suspensa no dia 27 de junho. De lá pra cá, cerca de 175 mil pessoas no Brasil pediram novos passaportes, que serão entregues na ordem das solicitações.

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJunior Dutra é dúvida do Avaí para jogo contra o Atlético-PR, na Ressacada https://t.co/xTQnSAcZelhá 46 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCatarinenses conhecem adversários na Copa São Paulo de futebol júnior de 2018 https://t.co/vCWXWrnVANhá 2 horas Retweet
O Sol Diário
Busca