Saiba como cuidar da saúde em dias com baixa umidade relativa do ar - Cidades - O Sol Diário
 
 

Tempo seco27/07/2017 | 14h45Atualizada em 27/07/2017 | 15h20

Saiba como cuidar da saúde em dias com baixa umidade relativa do ar

Em algumas cidades catarinenses índices estão abaixo dos 30%; o ideal seria entre 50% e 80%

Saiba como cuidar da saúde em dias com baixa umidade relativa do ar Felipe Carneiro/Agencia RBS
Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O tempo continua estável, com sol e poucas e nuvens, nesta quinta-feira em Santa Catarina. Diante deste cenário, é importante reforçar os cuidados para manter a saúde mesmo com a baixa umidade relativa do ar. Os índices previstos para esta semana, especialmente no período da tarde, devem ficar em torno de 30% em algumas cidades, o que eleva os riscos de problemas de saúde e incêndios.

Por volta das 14h, algumas cidades da Serra apresentavam indicadores bem baixos. Bom Jardim da Serra marcava 16% e São Joaquim, 18%. Maravilha, no Oeste de SC, estava com 38%. Mas a meteorologista da Epagri/Ciram Gilsânia Cruz explica que os índices podem baixar ainda mais nas próximas horas. 

O meteorologista Erikson de Oliveira acrescenta que quanto mais distante do Litoral, mais seco fica o ar.

— O normal é que a umidade do ar fique acima de 40%. O índice abaixo de 30% já é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) estado de atenção. A situação deve se resolver na próxima semana, quando o tempo volta a ficar mais úmido com a previsão da passagem de uma frente fria pelo estado, trazendo chuva _ disse.

A previsão é que deve ficar mais úmido por volta da próxima quarta-feira.

Cuidados com a saúde

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a umidade do ar ideal deve ficar entre 50% e 80%. Além de provocar queimadas na vegetação, o ar demasiadamente seco pode agravar problemas de saúde, principalmente os relacionados ao sistema respiratório. Olhos, nariz e garganta sentem igualmente os efeitos. Pessoas com alergias também são bastante afetadas devido ao ressecamento das mucosas. 

Leia também:

Tempo seco aumenta alerta para focos de incêndio em Santa Catarina

Instituto Nacional de Meteorologia emite alerta sobre baixa umidade do ar em SC

Nível dos rios é crítico por conta da falta de chuvas em pelo menos nove cidades de Santa Catarina

Risco de queimadas é alto no Oeste, Planalto Norte, Serra, Litoral Norte e Sul de SC devido ao tempo seco 

Confira dicas para evitar incêndios florestais 


O Sol Diário
Busca