Pesquisa da UFSC mostra os riscos da ação humana e a importância da Reserva do Arvoredo para SC - Cidades - O Sol Diário

Biodiversidade23/08/2017 | 06h00Atualizada em 23/08/2017 | 10h33

Pesquisa da UFSC mostra os riscos da ação humana e a importância da Reserva do Arvoredo para SC

Livro de professores da UFSC, que será lançado hoje, é resultado de três anos de pesquisa e está disponível para download

Pesquisa da UFSC mostra os riscos da ação humana e a importância da Reserva do Arvoredo para SC João Paulo Krajewski/Divulgação
Foto: João Paulo Krajewski / Divulgação
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Depois de três anos de pesquisa e cerca de 130 expedições ao mar, alguns resultados do Projeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno (MAArE), serão lançados em forma de livro. A obra do projeto, que mapeia dados biológicos e oceanográficos do patrimônio natural de SC, inclui ainda alertas para os riscos da ação humana. O livro será lançado nesta quarta-feira (23), às 19h, em Florianópolis. A publicação está disponível para download no site do projeto.

O Projeto MAArE foi coordenado pelo Departamento de Ecologia e Zoologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Durante os três anos de pesquisa, entre 2014 e 2016, os dados foram compilados em relatórios técnicos e científicos e geraram uma série de trabalhos acadêmicos, como artigos e teses. A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo (Rebio Arvoredo), localizada entre Florianópolis e Bombinhas, possui uma área de 17,6 mil hectares - aproximadamente 40% do tamanho da Ilha de Santa Catarina. 

Foto: Joã Paulo Krajewski / Divulgação

O livro, no entanto, foi pensado para ser acessível a um público mais amplo, que possa se interessar pelo monitoramento ambiental e pela conservação da natureza. Conta com uma linguagem simples, gráficos e muitas fotografias. 

Segundo a professora Bárbara Segal, coordenadora do projeto e responsável pela parte biológica do MAArE, a pesquisa mostra a importância da unidade de conservação: 

— A intenção do livro é traduzir as belezas da reserva e a gente reconhece uma riqueza, uma abundância de recursos e biodiversidade muito grande dentro da Rebio.

Foto: João Paulo Krajewski / Divulgação

Ela cita que um dos maiores impactos à reserva é a pesca ilegal, mas que, mesmo com a prática, a unidade ainda tem a quantidade de peixes mais importantes da região. 

O projeto também ajudou a identificar o coral-sol, uma espécie invasora que, por não ter um predador natural, prolifera-se rapidamente e toma o espaço das populações locais. Além de identificar o invasor e informar ao ICMBio, os pesquisadores-mergulhadores ajudaram a removê-lo de forma voluntária. 

— A gente detectou, mapeou, e a ação foi feita em um momento em que as populações ainda não estavam muito espalhadas. A situação agora é de um relativo controle — afirma Bárbara.

Foto: João Paulo Krajewski / Divulgação

O patrimônio corre ainda outros riscos. Um deles é em relação à poluição. O projeto detectou altos índices de poluição em dois locais da região: na baía norte, em Florianópolis, e na baía de Tijucas, em Tijucas. Esses espaços apresentam baixo índice de biodiversidade e podem, no futuro, afetar a Rebio. 

O livro será lançado nesta quarta-feira no Centro Integrado de Cultura (CIC), em um evento para convidados. Também será lançado um banco de dados, que armazenará informações sobre os indicadores monitorados. 

Leia também:

Pesquisadores descobrem novos focos de espécie invasora de coral em SC

Primeiro monitoramento aéreo do ano registra 30 baleias em SC

Dezenas de golfinhos são avistados na Barra da Lagoa, em Florianópolis

Leão-marinho surpreende surfistas fazendo pose para fotos na praia da Galheta 

Projeto leva 10 cães para visitar pacientes de hospital em Balneário Camboriú

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBetão destaca atuação do Avaí: "Dentro da nossa proposta, fizemos uma boa partida" https://t.co/XJTmlbUe5Ghá 5 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAvaí segura o Flamengo e traz um ponto do Rio de Janeiro https://t.co/HxXreeBJF8há 6 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros