Projeto de presídio federal de segurança máxima em Itajaí provoca polêmica - Cidades - O Sol Diário

Segurança18/08/2017 | 16h39Atualizada em 18/08/2017 | 17h53

Projeto de presídio federal de segurança máxima em Itajaí provoca polêmica

Vereador trouxe o assunto à tona em sessão da Câmara

Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS

O Ministério da Justiça colocou no orçamento de 2018 uma verba inicial de R$ 300 mil para o projeto de um presídio federal de segurança máxima em Itajaí. A proposta de destinação de verbas, que prevê ao todo cinco unidades prisionais como essa no país, ainda terá que passar pela aprovação do Congresso Nacional. Mas já provoca polêmica.

Na quinta-feira à noite o vereador Fabrício Marinho (PPS) levou o assunto ao plenário do Legislativo em Itajaí e chamou atenção para a vocação turística da cidade, que pode ser prejudicada pela chegada da nova unidade prisional. "Se Itajaí foi pensada porque tem aeroporto, por que não Chapecó, Joinville, Criciúma?", questionou. 

Cacau Menezes: SC pode ter presídio de segurança máxima

Nesta sexta, o vereador lançou um abaixo-assinado online pedindo que a proposta seja reavaliada. Fabrício pede que a ideia seja compartilhada em audiências públicas e não se restrinja às decisões de gabinete.

Vagas para SC

A "candidatura" de Santa Catarina para receber uma unidade prisional de segurança máxima já teria ocorrido há algum tempo. Para o Estado, seria uma forma de manter o bom relacionamento com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e garantir uma reserva de vagas para presos perigosos de Santa Catarina _ o que não é fácil conseguir.

Na primeira leva de atentados, por exemplo, quando 40 presos foram levados a prisões federais de segurança máxima em outros estados, metade acabou sendo mandada de volta para os presídios catarinenses.

A proposta inicial do governo federal era de três unidades, por isso Santa Catarina havia sido deixada de fora. Com reforço no orçamento, o projeto ficou de pé. A proposta é de uma unidade com até 240 vagas.

Recentemente uma comitiva do Depen visitou Itajaí e aprovou o terreno escolhido _ uma área que pertence ao município e fica próximo à divisa com Brusque, sem vizinhos. A prefeitura não confirma essa informação, nem a de que a cidade receberia uma contrapartida do governo federal por autorizar a construção.

Vale lembrar que o prefeito Volnei Morastoni (PMDB) visitou recentemente o Ministério da Justiça, onde pediu subsídios como armamentos para a futura guarda municipal.

Segurança

Fontes ouvidas pela coluna afirmam que uma unidade de segurança máxima tem poucas possibilidade de fuga, por exemplo, e as visitas são limitadas. Esse tipo de unidade recebe presos como o traficante Fernandinho Beira-Mar, considerado de alta periculosidade.

O problema é que em Itajaí a comunidade já se ressente de abrigar sozinha um complexo prisional com excesso de detentos e que, até determinação judicial que limitou a entrada de presos de outras regiões, vinha servindo a todo o Estado. 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHercílio Luz fica mais próximo do acesso e briga esquenta na outra semi https://t.co/oChe7OqIRrhá 12 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConcórdia e Hercílio Luz ficam mais próximos do acesso à elite de SC https://t.co/KgVBHKWZmKhá 13 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros