Suspensão de CNHs de motoristas de Blumenau são adiadas - Cidades - O Sol Diário

Trâ31/08/2017 | 07h00Atualizada em 31/08/2017 | 07h00

Suspensão de CNHs de motoristas de Blumenau são adiadas

Previstas para março, notificações que serão feitas pelo sistema automático agora não tem prazo para ocorrer, segundo o Detran

Suspensão de CNHs de motoristas de Blumenau são adiadas Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

No início deste ano, o Departamento de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC) informou que passaria a notificar motoristas de Blumenau, Joinville, Itajaí e Balneário Camboriú que atingiram mais de 20 pontos na carteira e deveriam ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Nessas quatro cidades havia 42 mil condutores na mira do órgão. Somente em Blumenau eram 12 mil, mais que o dobro de condutores que tiraram a primeira habilitação durante o ano passado na cidade. A medida seria adotada com a implantação de um sistema automatizado, que já funcionava em Florianópolis desde dezembro de 2016, quando resultou na comunicação a 11,7 mil condutores da Capital que teriam a habilitação suspensa.

No entanto, o órgão voltou atrás e decidiu adiar a implantação do sistema automático nessas quatro cidades. Segundo a gerente de penalidades do Detran-SC, Graziela Maria Casas Blanco, o motivo foram dificuldades com o sistema que aplica as notificações aos condutores.

– Houve a necessidade de ajustar o sistema e fazer com que ele seja o mais correto e eficiente possível, isso fez com que o Detran optasse por mantê-lo apenas na Capital, por enquanto – pontua a gerente.

Agora, segundo Graziela, a aplicação das notificações pelo sistema automático será estendida para as outras 294 cidades do Estado de uma vez só. No entanto, o órgão não dá prazo para essa etapa, nem mesmo se ainda em 2017 ou somente no ano que vem. As punições do Detran fazem parte de um plano de ação apresentado depois que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) apontou que o órgão havia punido apenas 1,6% dos motoristas que ultrapassaram os 20 pontos no Estado. O TCE diz estar monitorando essas ações e promete um relatório técnico sobre o assunto para 15 de setembro.

Enquanto as punições do Detran não vencem a barreira dos sistemas para inibirem os condutores que já extrapolaram o limite legal de infrações, as habilitações continuam valendo. Em Florianópolis, oito meses após a notificação aos 11,7 mil condutores que excederam a pontuação limite em um período de 12 meses entre 2012 e 2016, apenas 800 (6,8%) tiveram, de fato, a habilitação suspensa. Os demais recorreram ou não teriam tomado ciência da notificação.

Demora nas punições aumenta sentimento de impunidade

Segundo as estatísticas do Detran, neste ano Blumenau teve apenas sete condutores que passaram por reabilitação – quando fazem cursos de reciclagem e precisam expedir uma nova CNH. No ano passado foram 21. A educadora em trânsito Márcia Pontes afirma que a demora nas suspensões das habilitações denota uma fragilidade administrativa preocupante do órgão e defende que isso pode trazer consequências graves para uma cidade como Blumenau, com alta quantidade de acidentes, muitos com envolvimento de bebida e direção. O risco de prescrição de muitos casos é outro fator citado pela especialista.

– Isso cria um sentimento de impunidade, de que posso transgredir as leis porque o Detran não está vendo, não está enxergando ou está fazendo vistas grossas. É bastante complicado. O condutor já vive sob a capa da impunidade, isso vai piorar ainda, pode até criar uma transgressão em cascata – alerta.

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/KAk2xyisS6há 30 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense acerta a renovação de Zé Antônio, Jorge Henrique, João Paulo e André Luís https://t.co/QBWk3rh6tEhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca